16 de set de 2015

FRED SELVA QUARTETO SE APRESENTA NA CASA DO BAILE

FOTO: TUANE FERNANDES

 A Fundação Municipal de Cultura promove na Casa do Baile neste sábado, dia 19, às 11h, o show do “Fred Selva Quarteto”, selecionado por meio do edital CenaMúsica 2015.  Na apresentação,um dos poucos vibrafonistas do Brasil, Fred Selva traz uma linguagem inovadora e contemporânea para a cena instrumental de Belo Horizonte, sem compromisso com qualquer tradicionalismo. Um espetáculo marcado pelo experimentalismo, improvisação e o diálogo entre os músicos e plateia. A apresentação é gratuita.

O Fred Selva Quarteto é formado por Felipe Continentino (bateria), Frederico Heliodoro (baixo) e Felipe Vilas Boas (guitarra), além do instrumentista e compositor Fred Selva, que tem como seu principal instrumento o vibrafone.  O Grupo lançou seu primeiro disco “A Estranheza e o Poliglota” pelo Savassi Festival 2015. Agora eles se apresentam na Casa do Baile, revelando o estilo cada vez mais difundido da música instrumental mineira. A qualidade de suas sonoridades surpreende por serem enigmáticas, envolventes, repletas de improviso e experimentação. Mais que um conjunto de faixas, Fred Selva Quarteto apresenta ao público dois personagens surreais que constroem a trama, sobre a qual o grupo toca as músicas inusitadas e surpreendentes. O encontro entre a Estranheza, indiferente ao feio ou bonito, e o Poliglota, que não acredita no certo ou no errado.

O CenaMúsica tem a intenção de permitir que a população tenha acesso à parte da produção cultural existente hoje na capital mineira.Até o fim do ano a cidade receberá 230 apresentações de artistas, grupos musicais e de teatro selecionados pelo Edital CenaMúsica 2015, da Fundação Municipal de Cultura. No total foram escolhidas 30 propostas de artes cênicas e 20 de música destinadas a todos os públicos.


Fred Selva Qurateto
Dia 19 de setembro, sábado, às 11h
Casa do Baile (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751 – Pampulha)
ENTRADA GRATUITA

Informações para o público: (31) 3277-7443

Nenhum comentário: