29 de nov de 2011

EM CARTAZ: O PALHAÇO























Absolutamente imperdível, "O palhaço", de Selton Mello, nas telas de cinema!  Uma reverência à verdade que lateja na alma do artista, descortinada na pele do palhaço e do circo. Presente ter Paulo José, encarnando o palhaço pai, desfiando com Selton, um rosário de boas piadas, que resgatam a pureza do picadeiro e a importância dos mambembes pelas cidadelas que visitam. De quebra, temos Ferrugem e a presença do valioso Moacir Franco desempenhando o papel do delegado "Justo", simplesmente, brilhante.  E a trilha? Destas que faz querer ficar sentadinho até o último crédito, só para lembrar uma infância perdida no tempo em que os circos tradicionais visitavam nossos bairros e, enquanto esperávamos o espetáculo começar, nossos ouvidos iam recebendo populares canções, tocadas pelos autofalantes ... lindo! Nossa Minas Teuda Bara  maravilhosa, sempre arrasante! Melhor que isso, só dar a sorte, como eu dei, de sair do cinema e encontrar, por acaso o Toninho (Antonio Edson),  do Grupo Galpão, degustando uma suculenta massa, no restaurante do primeiro piso do Shopping... e ter certeza que a arte existe, e continua... e ter certeza que, humanamente, a alma existe e persiste! "Amo muito tudo isso"! Não percam!

Nenhum comentário: