31 de ago de 2016

Guignard é arrematado por quase 5 milhões de reais, por colecionador paulista, no Leilão de Vitor Braga, em BH

MOMENTO HISTÓRICO
A noite de terça, 30 de agosto, foi eternizada por um momento histórico da arte brasileira e universal.
Vaso de Flores, O.S.T, 1955 - foto: Julio Hubner
 
O raríssimo quadro de Alberto da Veiga Guignard, Vaso de Flores, O.S.T, 1955 - 75x61, foi arrematado por R$4.850.000,00 (quatro milhões oitocentos e cinquenta mil reais), durante o Grande Leilão Agosto de 2016, comemorativo de 40 anos história da Vitor Braga Galeria de Arte.
 
Sob aplausos efusivos, após acirrada competição entre três potenciais compradores, Vitor Braga bateu o martelo, destinando a obra a um colecionador paulista, único da disputa que estava presente na Casa. O investidor manteve sua identidade preservada.

O valorizado quadro, assinado no centro inferior, foi capa do catálogo da Exposição e integrou um conjunto de, nada menos que, seis obras do -  cada vez mais valorizado - Guignard, garimpo único. O lote incluiu um Oratório com pintura central de São Sebastião, assinado, integrante da coleção oriunda da família Carlos Prates.  Também foi a leilão  o famoso painel pintado por Guignard em 1946, na parede de um apartamento de 560 m² no Edifício Randrade – localizado na  Praça Raul Soares, na capital mineira.  O apartamento leiloado já se encontra em fase de negociação).

O evento, que apresentou mais de 100 obras de grandes nomes de todos os tempos, aconteceu no  Hotel Caesar Business Belvedere.

Nenhum comentário: