21 de jun de 2015

“DE LÁ PRA CÁ - DAQUI PRALÍ”

O grupo vocal CARONA BRASIL lança seu terceiro álbum,
em turnê pelas cidades de Juiz de Fora, Brasília e Belo Horizonte.
O PROJETO FAZ HOMENAGEM À PREPARADORA VOCAL BABAYA

Os shows têm direção musical de Gilvan de Oliveira, direção cênica de Ernani Maletta, direção vocal de Babaya, arranjos vocais de Sílvia Maneira e Gilvan de Oliveira e produção executiva de Rosana Tunes.


O grupo vocal Carona Brasil, formado pelas cantoras mineiras Cássia Mattiello, Rosana Tunes, Carol Viana, Margareth Lucena e Sofia Cupertino, canta os compositores mineiros de todos os tempos na turnê de lançamento do seu terceiro álbum “De lá pra cá – Daqui prali”

A estréia nacional da turnê acontece em Juiz de Fora (MG), no dia 26 de junho, sexta-feira, às 20h30, no Auditório Da Vinci (Independência Trade Hotel & Eventos – Av. Itamar Franco 3800 – 32 30257500). Ingressos para fins sociais com o Lions Clube Novo Horizonte Juiz de Fora LC: (32) 99888089.
A seguir, o Carona Brasil se apresenta em Brasília, no dia 04 de julho, às 21h, no Clube do Choro de Brasília (SDC QD.03 – Bloco G). Ingressos à venda na bilheteria do Clube: (61) 32240599.
Belo Horizonte assiste ao espetáculo no dia 08 de julho, quarta-feira, às 20h30, no Cine Theatro Brasil Vallourec (Praça Sete - BH). Ingressos à venda na bilheteria do teatro: (31) 26261251 e pelo sitewww.compreingressos.com

Há treze anos mantendo-se nos trilhos da pesquisa sobre a música popular brasileira, o grupo contempla, neste novo álbum, um repertório diversificado que vem de Ary Barroso e Joubert de Carvalho, passando pelo Clube da Esquina e João Bosco, chegando a Vander Lee e Samuel Rosa. O disco traz, na capa aquarela doe José Alberto Nemer.

Neste projeto, o Carona Brasil presta homenagem à preparadora vocal Babaya - idealizadora do Carona Brasil, mestra, parceira e amiga.

O espetáculo é dinâmico, sensível e leva o público, do juvenil ao adulto, a momentos de alegria e emoção.

Os shows da turnê de lançamento do seu terceiro álbum “De lá pra cá – Daqui prali”, um projeto aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e patrocinado por CBMM, Eletrobrás e Cemig, têm a direção musical deGilvan de Oliveira, direção cênica de Ernani Maletta, direção vocal de Babaya, arranjos vocais de Sílvia Maneira e Gilvan de Oliveira e produção executiva  de Rosana Tunes.

“Minas são muitas. Porém, poucos são aqueles que conhecem as mil faces das Gerais” (Guimarães Rosa)

Garimpando tesouros na música dos mineiros
por Chico Brant
Produto de cuidadosa pesquisa musical, “De lá pra cá – Daqui prali” traduz mais esse compromisso de trabalho do grupo Carona Brasil. As cantoras Cássia Mattiello, Rosana Tunes, Carol Viana, Margareth Lucena e Sofia Cupertino, acompanhadas de ótimos instrumentistas e arranjadores, emprestam suas vozes a compositores que nasceram em Minas e trouxeram consigo a sofisticação e a sutileza artística da sua terra.
Sem pretensão, a coletânea contempla gerações, traça um sutil paralelo entre elas e apresenta uma diversidade de estilos. E assim, avisa: os mineiros também fazem música da melhor qualidade para o Brasil e para o mundo!
Herança para isso eles têm. Nos séculos XVIII e XIX, enquanto mineradores corriam atrás do ouro, Lobo de Mesquita, João de Deus de Castro Lobo, José Maria Xavier e outros elevavam a música sacra ao patamar da genialidade. Hoje, em profícua garimpagem, o Carona Brasil mostra que novos criadores continuaram compondo, tocando e cantando, dentro ou fora de Minas; embora, digamos, fazendo música em silêncio...
Ao batear aluviões e veios musicais, o grupo descobriu e/ou expôs tesouros no CD “De lá pra cá – Daqui prali”: título inspirado na multiplicidade das “muitas e várias Minas” do imaginoso Guimarães Rosa. Esse garimpo confirma que Minas Gerais é síntese também da diversificada música popular brasileira. A Feira,primeira faixa do CD, evoca com seus metais e ritmo a música pernambucana.Mater e Pater e Áfrico, o banzo africano e a nostalgia do mar que muitos nunca viram. Maringá é até hoje o grande hino brasileiro à saudade, legado pelo uberabense Joubert de Carvalho. Papel Machê, a obra prima e lúdica do versátil João Bosco, em parceria magistral com Capinan.  O carmelitano Mário Palmério, escritor e político, ensina o que é Saudade. Na Suíte das Mulatas, o juiz-forano Geraldo Pereira, o ubaense Ary Barroso e o miraiense Ataulfo Alves esbanjam talento em Sem Compromisso, Faceira e Mulata Assanhada.
Ao lado desses e dos demais compositores mineiros célebres, incluindo Milton Nascimento, Fernando Brant, Márcio Borges, Samuel Rosa, também desfilam no cd os contemporâneos Pablo Bertola, Júlia Medeiros, Ladston do Nascimento, Sérgio Santos, Flávio Henrique, Nelson Ângelo, Vander Lee, Sílvia Maneira e Gilvan de Oliveira.
Gilvan é o arranjador instrumental e atua também como arranjador vocal, violonista e guitarrista. Ele, os outros instrumentistas, a arranjadora Silvia e a preparadora vocal Babaya criam em todas as faixas, bem ao gosto mineiro, requintada harmonia das vozes com os instrumentos e das músicas em ritmo dançante com letras que chegam ao lirismo e a devaneios metafísicos.
Em “De lá pra cá – Daqui prali”, os mineiros fazem justiça ao melhor da MPB.
(Chico Brant, jornalista e licenciado em História, atualmente é secretário de comunicação social do TRT-MG)

O show “De lá pra cá – Daqui prali” reserva surpresas para o público. Dentre outras, a participação de um “contador de casos”, fazendo uma contextualização delicada do “ser” mineiro. Um evento dinâmico, sensível e leva o público de todas as faixas etárias, do juvenil ao adulto, a momentos de alegria e emoção.
O Carona Brasil cunhou sua identidade, enquanto grupo, numa trajetória de treze anos, consolidada com os dois álbuns anteriores: “Corra e Olhe o Céu” e “Bossa, Coisa Nossa”. Faz um trabalho vocal cantado com timbragem impecável, harmonia e afinação. É reconhecido pela seriedade e competência com que realiza os seus projetos e pela grande aceitação do público, razão maior do seu trabalho.  Tem sua marca registrada também na maneira de fazer: pesquisas direcionadas, o canto em grupo e solos, arranjos vocais diferenciados, participação de profissionais da música de primeira linha e um produto final de qualidade. Busca um resultado que supere expectativas, encante e valorize a cultura brasileira.
A direção musical e os arranjos instrumentais são de Gilvan de Oliveira, virtuoso violonista, professor, compositor, arranjador, maestro e diretor. Na equipe de músicos estão Serginho Silva (percussão), Ivan Correa (baixo) e Cléber Alves (sopro). 
Os arranjos vocais são de Sílvia Maneira, uma das fundadoras do Carona Brasil, e de Gilvan de Oliveira; a preparação vocal é da conceituada professora, cantora e diretora vocal Babaya; a produção executiva é de Rosana Tunes, cantora e também uma das fundadoras do grupo.
CARONA BRASIL
O grupo vocal Carona Brasil atualmente formado pelas cantoras mineiras Cássia Mattiello, Rosana Tunes, Carol Viana, Margareth Lucena e Sofia Cupertino, foi criado em 2002 com o objetivo de realizar cuidadosas pesquisas na Música Popular Brasileira e apresentá-las em arranjos vocais diferenciados, valorizando esta memória. Um trabalho que exige envolvimento, dedicação, uma timbragem impecável, harmonia, afinação e bom gosto.
Por onde passa o CARONA BRASIL deixa marcas no cenário cultural e suscita elogios de formadores de opinião, da plateia e de pessoas do meio musical.
No primeiro álbum, “Corra e Olhe o Céu” (2007), pesquisou a MPB do início do século XX – a chamada Época de Ouro da nossa música .
No segundo álbum, “Bossa Coisa Nossa” (2010), a pesquisa centrou-se nas décadas de 1950 e 1960, retratando o período da Bossa Nova.
Em 2015 lança seu terceiro álbum, “De lá pra cá – Daqui prali”. Dando continuidade ao trabalho de pesquisa na MPB, o grupo agora contempla o universo prodigioso dos compositores mineiros de todos os tempos.
Ao longo desta trajetória o grupo conta com parcerias de grandes profissionais do cenário artístico, como Babaya, César Villela (RJ), Ernani Maletta, Fernanda Vianna, Flávio Henrique, Gilvan de Oliveira, Roberto Menescal (RJ), Maurício Maestro (RJ), Sílvia Maneira, Tom Viana (SP), José Alberto Nemer, Chico Brant, Ricardo Melo, dentre outros, e com a produção executiva de Rosana Tunes.
Dentre os músicos que vêm acompanhando o Carona Brasil estão Neném, Kiko Mitre, Serginho Silva, Célio Balona, Cléber Alves, Felipe Moreira...
Os projetos têm sido incentivados pelas leis Estadual e Federal e patrocinados por empresas como a CBMM, USIMINAS, VALLOUREC, ELETROBRAS, CEMIG.


CARONA BRASIL
turnê de lançamento do álbum “De lá pra cá – Daqui prali”

Juiz de Fora (MG):
 26 de junho, sexta-feira, às 20h30
 Auditório Da Vinci  - Independência Trade Hotel & Eventos
Av. Itamar Franco 3800 – 32 30257500
Ingressos para fins sociais no
Lions Clube Novo Horizonte Juiz de Fora LC: (32) 99888089

Brasília (DF)
04 de julho, às 21h, no Clube do Choro de Brasília
SDC QD.03 – Bloco G
Ingressos à venda na bilheteria do Clube: (61) 32240599

Belo Horizonte (MG)
08 de julho, quarta-feira, às 20h30
Cine Theatro Brasil Vallourec
Praça Sete – Centro – BH
 Ingressos à venda na bilheteria do teatro: (31) 26261251

Nenhum comentário: