28 de ago de 2013

Instituto do Câncer: Jantar Beneficente acontece em BH



A Associação de Convívio com os Portadores de Câncer do Centro de Minas – CONVIVIO, realiza no dia 30 de agosto, sexta-feira, às 21h, jantar beneficente ao Instituto do Câncer de Curvelo.
O evento acontecerá no Espaço Inevitável, à Av. Luiz Paulo Franco, 301 – Belvedere – BH – MG .
No cardápio: Salgados, Frios, Espetos de tomate cereja com mussarela de búfala e pesto de manjericão, Canapés flor de salaminho, Quentes, Folhados de frango com catupiry,  Bolinhos de bacalhau, Quiches de alho poro, Mini batatinhas c/ recheio de queijo e bacon, Delicia de lombo com pimenta biquinho, Petit Gourmet, Pérolas de peixe com molho tártaro, Mousseline de baroa com ragu de bacalhau, Doces/Bombons variados Bebidas wisk, espumante, cerveja, refrigerante, água mineral e muita ALEGRIA E SOLIDARIEDADE.

Informações adicionais e reservas:  (31) 32875991

27 de ago de 2013

CURSO DE REIKI PARA CRIANÇAS - COM ARLEIME FOGAÇA


A Mestra Reiki Usui e criadora do método do Reiki Quantum OR, Arleime Fogaça, ministra, em Belo Horizonte/MG,  no dia 8 de setembro, das 9h às 18h, “Reiki Kids Quantum OR” – curso de Reiki para crianças.

O programa é destinado à crianças de 5 a 12 anos, que irão vivenciar os benefícios das ativações e práticas  do Reiki Kids.

O método apresenta instrumentos de vitalização energética superior para que as crianças reconheçam e utilizem melhor suas energias harmônicas.

Arleime Fogaça, que esteve com diferentes mestres tibetanos e indianos meditando sobre os estados elevados da consciência, relembra e ensina que “somos capazes de gerar nossas próprias soluções através da luz interior”.

Vagas limitadas.
Inscrições e informações adicionais: (31) 32819873  e alquimiaor@gmail.com
“O Reiki Kids Quantum OR foi cuidadosamente desenvolvido para apoiar os pequenos grandes seres a  melhor se compreenderem”
(Arleime Fogaça)


CURSO “REIKI KIDS QUANTUM OR”

Objetivos:
·         Apoiar o desenvolvimento e o fortalecimento das capacidades sensíveis e harmônicas.
·         Melhorar a convivência familiar e social.
·         Aumentar a autoestima, a confiança, a  saúde integral, a concentração e o amor próprio.
“Nossas crianças precisam conhecer o despertar em seus dons energéticos; ter como vencer os medos, despertando talentos iluminados. Vamos relembrar e praticar com as crianças o conceito do amor que realiza  e esta dentro de nós.  Podemos buscar este amor praticando meditação, através dos símbolos do REIKI e ouvindo mais a voz do coração.” (Arleime Fogaça)
O encontro conta com o apoio e presença dos pais ou responsáveis para, juntos  realizar em altas vibrações os potenciais dimensionais,  em momentos iluminados de amor e grande harmonia.

O curso inclui apostila colorida para orientação e apoio e  Certificado de Reikiano.

ARLEIME FOGAÇA

Arleime Fogaça é Mestra Reiki Usui, desde 1996,  e criadora do Método Vitallis do Reiki Quantum OR.  Pesquisadora das Terapias Eletromagnéticas das Alquímicas OR e da Ecologia Emocional-OR desde 1991.  Criadora das Técnicas de remoção do lixo psíquico.  Realiza iniciações energéticas  da Saúde Eletromagnética em vários estados do Brasil e países do mundo e que são direcionadas para o aumento de produtividade e da qualidade de vida em geral.



Acredito que quanto mais o ser humano gera a sua própria energia, mais se torna saudável e se apropria de sua boa sorte e destino. Tenho como proposta o resgate da qualidade de vida com o apoio  das Técnicas de geração vital da Saúde Eletromagnética. Esses instrumentos se prestam para  trabalhar o ser humano como corpo, mente consciente em equilíbrio e harmonia . Priorizam  a  qualidade de vida e o entendimento sobre o sentido de nossas vidas: saúde, paz, harmonia e auto regeneração. Tenho me dedicado aos estudos da Yoga e dos estados elevados de consciência, e experimentado que resolver problemas e encontrar soluções depende dos níveis de nossa disposição energética e da consciência em utilizar os nossos campos energéticos vitais (Arleime Fogaça)


Conheça:


Reiki Kids Quantum OR” – curso de Reiki para crianças
com
Arleime Fogaça
8 de setembro, das 9h às 18h
Vagas limitadas
Inscrições e informações adicionais: (31) 32819873  e alquimiaor@gmail.com

ECOBLOCK: MG pioneira na fabricação de ecomadeira - Vitor Mascarenhas é premiado no SUSTENTAR 2013


Victor Mascarenhas

O empresário mineiro Victor  Mascarenhas, atual conselheiro e ex-diretor da Cia Cedro Cachoeira - onde atuou durante 30 anos  – inaugurou, há oito anos, junto a sua esposa, Marta Borges, a Ecoblock: empresa pioneira no Brasil na fabricação de ecomadeira.  Agora, o empresário amplia  sua história de sucesso, recebendo a única Menção Honrosa na categoria Produto, por ocasião do  6º Fórum Internacional pelo Desenvolvimento Sustentável - SUSTENTAR 2013.
Presidida pelo governador Antônio Anastasia, a solenidade de premiação das empresas ranking em produtos e tecnologias sustentáveis, será no dia  29 de agosto, quinta-feira, às 10h no  Minascentro.
“Este prêmio coroa um árduo trabalho de vários anos e a busca da qualidade em tudo o que fazemos. Juntamente com outros prêmios já recebidos (Prêmio Chico Mendes, Green Best 2011 e 2012, Primeiro lugar na CasaCor Ceará 2009, categoria ambiente verde, primeiro lugar no prêmio Campinas Decor,  na categoria paisagismo, primeiro lugar na CasaCor Mato Grosso do Sul, na categoria ambiente mais sustentável, dentre outros), nos incentiva a seguir em frente,  quebrando paradigmas e contribuindo para uma ambiente mais limpos e sustentável.” (Victor Mascarenhas)

Fazendo a diferença:
A utilização da ecomadeira® da Ecoblock®, ao contrário da madeira natural, é um ato ecologicamente correto, pois o processo produtivo, diferentemente dos similares no mercado, não gera subprodutos e não polui o meio ambiente. A ecomadeira tem aparência da madeira natural, é proveniente de resíduos industriais e fibras vegetais, resultante de um complexo e patenteado processo de transformação. É resistente a impactos, não racha e não solta farpas. É imune à ação de cupins, pragas, germes e mofos, não apodrece, é impermeável e para sua limpeza basta usar a água e sabão, além disso, dispensa pintura e manutenção.Seu manuseio também é semelhante ao da madeira natural, podendo ser furada, serrada, parafusada e/ou pinada.

Curiosidades:
Estima-se que uma árvore adulta equivale a 233 mil sacolas de supermercado.
Para cada 700 kg de Ecoblock produzidos, 1 (uma) árvore adulta deixa de ser derrubada.
O complexo processo produtivo da Ecoblock, indiretamente, pode evitar que aproximadamente 714 árvores sejam derrubadas por mês.
A Ecoblock contribui para o bem estar da sociedade ao oferecer um produto que não utiliza água em sua produção e não gera sub produtos, pois a matéria prima é transformada. Indiretamente, reduz-se a derrubada de árvores, garantindo manutenção de recursos para gerações futuras.

A ECOBLOCK
A idéia de montar a Ecoblock surgiu em 2004,  quando os empresários Victor Mascarenhas e sua Esposa Marta Borges tomaram conhecimento da possibilidade de se fazer madeira com resíduos.   Após um período de maturação da idéia, decidiu-se financiar a fabricação da primeira máquina de madeira biossintética do Brasil.
A madeira biossintética é composta de 70% de plástico e 30% de fibras naturais. Apesar dela também poder ser chamada de madeira plástica, foi denominada madeira biossintetica, pelos produtores, pois é bio - vida, fibras - e sintética, pois não é plantada, mas fabricada, diferenciando-se das concorrentes 100% de plástico por sua resistência e aparência de madeira natural.  
Os primeiros 6 anos foram árduos, pois os empresários precisaram desenvolver quase tudo: as máquinas, os mercados, os clientes, os produtos, os fornecedores e os funcionários.  As máquinas chegaram com um ano de atraso, a montagem demorou um ano, quando começaram a produzir, por não conhecerem os segredos da produção, grande parte da produção inicial foi pedida. Além disto, até conseguirem convencer o mercado das vantagens da madeira biossintética, ficaram dois anos sem vender nada. No princípio acharam que o nosso mercado seria  o de paletes. Aos poucos, descobriram  que o principal mercado é o da arquitetura, principalmente, decks, pois,  como a Ecomadeira da Ecoblock não deteriora como a madeira natural,   e dispensa manutenção, torna-se mais barata ao longo do tempo. A evolução deste mercado os levou a desenvolver pergolados, cachepôs, passarelas, pisos, brises, móveis de jardins, piers para clubes de vela e ancouradoros. Além deste mercado, outras oportunidades formaram surgindo, como andaimes, para refinarias e offhore, pisos de caminhões e vagões. A responsável por todo o trabalho neste difícil começo. foi a Diretora Marta que,  com muita perseverança e competência, conseguiu suplantar todos os obstáculos. O diretor Victor contribuiu como conselheiro e investidor. Desde janeiro de 2013, trabalha como diretor da empresa.
O QUE É A ECOMADEIRA ECOBLOCK:
ECOMADEIRA® – ECOBLOCK®
Aempresa: Ecoblock Indústria e Comércio Ltda.
Objeto social: TRANSFORMADORES DE RESIDUOS EM ECOMADEIRA®
O  Produto: Ecomadeira®
A Ecomadeira® da Ecoblock® tem aparência da madeira natural, é proveniente de resíduos industriais e fibras vegetais, resultante de um complexo e patenteado processo de transformação. É resistente a impactos, não racha e não solta farpas. É imune à ação de cupins, pragas, germes e mofos, não apodrece, é impermeável e para sua limpeza basta usar a água e sabão, além disso, dispensa pintura e manutenção. Seu manuseio também é semelhante ao da madeira natural, podendo ser furada, serrada, parafusada e/ou pinada.
A utilização da ecomadeira®, ao contrário da madeira natural, é um ato ecologicamente correto, pois o processo produtivo, diferentemente dos similares no mercado, não gera subprodutos e não polui o meio ambiente.
As grandes empresas brasileiras já tem se conscientizado para a questão da sustentabilidade e vêm adotando práticas ambientais conscientes. Uma dessas práticas é a substituição da madeira natural pela Ecomadeira® que propicia duplo efeito na atual tendência de minimização dos efeitos da emissão de gás carbônico na atmosfera.
O primeiro efeito, e mais importante deles é a limpeza do meio ambiente, pois a Ecoblock® tem capacidade produtiva instalada para a transformação de 500 toneladas/mês de resíduos plásticos e fibras provenientes do lixo ou de resíduos industriais em Ecomadeira®.
O outro efeito se dá no início da cadeia com a preservação de mais árvores, que deixam então de serem cortadas. A Ecoblock® estima que a cada 700 quilos de Ecomadeira® umaárvore adulta é preservada.
A Ecoblock® vem ajudando grandes empresas a minimizar os efeitos da emissão de CO2 fornecendo a Ecomadeira®, que pode ser utilizada em andaimes, pisos de plataformas off shore, passarelas, decks e inúmeras outras aplicações.
Na área de arquitetura, por sua estética atrativa, vida útil superior a qualquer outro material no mercado, inclusive a de seus similares, impermeabilidade e possibilidade de ficar exposto a condições climáticas extremas, sem alteração de características, sua utilização é indicada para a construção de: decks, piers, painéis, brises, pergolados, guarda corpo, mezaninos, passarelas, portões e muros, cachepôs, espreguiçadeiras, mesas, bancos de jardins, parques infantis, caixas, marcos de porta, arquibancadas, revestimentos, assoalhos, entre outros.
Composição:
O Ecoblock® é composto por 70% de polímeros industriais e 30% de fibra vegetal
Produtos Ecoblock® - Feitos para Durar
Aliado à sustentabilidade e à consciência ambiental, o produto inova por ser resistente a
impactos, imune à ação de cupins, impermeável e de fácil manuseio. Sua aplicação é
extensa, alcançando os segmentos de arquitetura, paisagismo, moveleiro,
rural, construção civil e industrial.
O Ecoblock®
Dispensa acabamento e manutenção;
Resistente a impactos;
Não deteriora e é anti-derrapante;
Têm aspecto e manuseio semelhantes aos da madeira;
Não solta farpas e não empena;
Impermeável e imune à ação de cupins, germes e mofo;
Fornecido em perfis de 2,98 m de comprimento, espessuras de 2,5 a 15 cm e larguras de 5 a 30 cm.
Curiosidades:
Estima-se que uma árvore adulta equivale a 233 mil sacolas de supermercado.
Para cada 700 kg de Ecoblock produzidos, 1 (uma) árvore adulta deixa de ser derrubada.
O complexo processo produtivo da Ecoblock, indiretamente, pode evitar que
aproximadamente 714 árvores sejam derrubadas por mês.
A Ecoblock®  contribui para o bem estar da sociedade ao oferecer um produto que não utiliza água em sua produção, não gera sub produtos, pois a matéria prima é transformada. Indiretamente, reduz-se a derrubada de árvores, garantindo manutenção de recursos para gerações futuras.

CONHEÇA:

16 de ago de 2013

MORRE JOSÉ BENTO TEIXEIRA DE SALLES




José Bento, por ocasião do evento "O Autor na Academia,
 em 07 de agosto de 2013 - FOTO: Márcia Francisco



A ACADEMIA MINEIRA DE LETRAS COMUNICA O FALECIMENTO do jornalista e escritor JOSE BENTO TEIXEIRA DE SALLES, nosso acadêmico, ocupante da cadeira 28. 


José Bento, 91 anos, faleceu nesta quinta-feira, 15 de agosto de 2013, em decorrência de um infarto. De acordo com a família, ele passou mal à tarde, repentinamente.

O velório aconteceu, durante o dia, na Academia Mineira de Letras. O enterro, no Cemitério do Bonfim, reuniu amigos e familiares para o último adeus.

"“A morte do acadêmico José Bento Teixeira de Salles representa uma grande perda para a cultura de Minas e do Brasil. Jornalista por muitos anos nos Diários Associados, foi ainda cronista, contista, crítico literário, biógrafo e, sobretudo, grande memorialista, na melhor tradição do nosso estado. Entre suas muitas obras devem ser lembradas a biografia do Governador Milton Campos, a quem serviu com grande dedicação e lealdade, e seus livros de memória No avarandado da memória e Passageiro do tempo. Mais do que tudo, José Bento foi um ser humano e um cidadão muito especial, marido e pai amoroso e dedicado à sua família, defensor intransigente da liberdade e da democracia, amigo leal, fraterno e sincero, de quem vamos sentir a falta irreparável.” (Amilcar Martins Vianna - presidente da AML, em exercício - (palavras de Amilcar Martins Vianna, presidente da AML, em exercício. * O presidente, Olavo Romano, encontra-se em viagem ao exterior)

Fillho de Manoel Teixeira de Salles e Marietta Moreira Teixeira de Salles, Nasceu em Santa Luzia (MG) em 30 de julho de 1922. Casado com Maria Amélia do Amaral Teixeira de Salles, deixa três filhas, oito netos e um bisneto.

Cursos
Fez o curso primário no Grupo Escolar Afonso Pena (BH) e o secundário no Colégio Santo Agostinho, onde lecionou de 1940 a 1947. Foi presidente do Diretório Acadêmico da Faculdade de Direito da UFMG (1944), da UEE (União Estadual de Estudantes) (1945) e Vice-Presidente da UNE (União Nacional de Estudantes) 1946, diplomando-se pela Faculdade de Direito da UFMG em 1946.

Cargos ocupados

Oficial de Gabinete do Governador Milton Campos, de 1947 a 1951. Funcionário da Imprensa Oficial de MG (1951 1977, onde foi redator e chefiou o Departamento do Minas Gerais, tendo também respondido pelo expediente da Direção da Imprensa, por duas vezes: em agosto de 1962 e de novembro de 1966 a março de 1967. Jornalista, trabalhou como redator dos jornais: Correio do Dia, Diário do Comércio, Minas Gerais, Minas em Foco e Sucursal do Globo, sendo ainda cronista do Estado de Minas. Colaborou em jornais e revistas de Minas e do Rio de Janeiro. Chefiou o Serviço de Divulgação e Imprensa da Belgo Mineira, por onde se aposentou, em 1988. Foi Conselheiro da Fundação de Arte de Ouro Preto e do Conselho Regional de Relações Públicas, integra o Conselho Estadual da Coleção Mineiriana da fundação João Pinheiro e é membro da Academia de Letras de Conselheiro Lafayette. Eleito em 5 de setembro de 1995 para a Academia Mineira de Letras, de cuja Revista foi editor geral durante seis anos.

Homenagens

Condecorado com a Insígnia da Inconfidência (1982), Medalha “Santos Dumont” (1993), Diploma do Centenário da Imprensa Oficial (1991) e Medalha de “Antônio de Castro Silva”, da Prefeitura Municipal de Santa Luzia.

Obras

Tem nove livros publicados: Milton Campos – Uma vocação liberal (três edições); Liberta que serás também: Fábulas atuais; Brumoso, o rato que virou porco: Fábulas mineiras; Tarde Manhã; de co-autoria com sua filha Maria Beatriz Teixeira de Salles, No avarandado da memória; Vigília (crônicas); Velho mundo novo (crônicas de viagem); Rua da Bahia e A Estrela Verde (crônicas)


*nota Arco-Iris Gerais: Gratidão a este mestre do jornalismo, atleticano de coração, pessoa de luz  e carisma, elegância e honestidade de ser. Uma honra conhecer. (MF)

2 de ago de 2013

O AUTOR NA ACADEMIA


José Murilo de Carvalho é o convidado
da primeira edição do projeto da
ACADEMIA MINEIRA DE LETRAS

Com o apoio da FIAT, a Academia Mineira de Letras (Rua da Bahia, 1466 - Centro - BH - MG), realiza o evento "O Autor na Academia". O novo presidente da entidade, Olavo Romano, convida para a primeira edição do projeto que acontecerá no dia 7 de agosto, quarta-feira, às 19h e trará o acadêmico, sociólogo e históriador mineiro José Murilo de Carvalho, ocupante da cadeira nº 5, na Academia Brasileira de Letras.
José Murilo vai abordar o tema: "A emergência do povo político no Brasil", focalizado em seu livro "Cidadania no Brasil, o longo caminho", publicado pela Editora Civilização Brasileira.
No livro, lançado em 2001, o autor relata os anos do processo de cidadania no país, focando nos direitos civis, sociais e políticos. José Murilo de Carvalho descreve o processo de independência do Brasil, assim como o significado do voto e o Movimento Sem Terra (MST).
No dia do evento, 100 (cem) exemplares livros estarão à venda pelo preço simbólico de R$5,00 (cinco reais) e o escritor estará disponível para autógrafos.
"O Autor na Academia" tem entrada franca e visa aproximar o público leitor da realidade dos autores, através da Academia Mineira de Letras que abre suas portas para compartilhar cultura  e arte.  Informações adicionais: 3222 5764.
JOSÉ MURILO DE CARVALHO
Biografia
Nascido em 1939 em Piedade do Rio Grande, Minas Gerais, é bacharel em Sociologia e Política pela Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG em 1965, mestre e Ph. D. em Ciência Política pela Universidade de Stanford, em 1969 e 1975, respectivamente. Foi professor da Universidade Federal de Minas Gerais de 1969 a 1978; do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, de 1978 a 1997; professor visitante das universidades de Stanford, Califórnia (Irvine), Notre Dame, Oxford, Londres, Leiden e da École des Hautes Etudes en Sciences Sociales, além de pesquisador do Instituto de Estudos Avançados de Princeton. Atualmente, é professor titular de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É membro da Academia Brasileira de Letras, da Academia Brasileira de Ciências, do Instituto Histórico e Geográfico Bras ileiro e do Pen Clube do Brasil. Publicou 11 livros, dois dos quais traduzidos para o espanhol e um para o francês, e cerca de 100 artigos em revistas acadêmicas do Brasil e do exterior. Entre os livros, listam-se A construção da ordem e Teatro de sombras (Civilização Brasileira, 2003), Os bestializados (Cia. das Letras, 1987),  A formação das almas (Cia. das Letras, 1990),Un théâtre d´ombres: la politique impériale au Brésil (Paris: Maison des Sciences de l´Homme, 1990), La formación de las almas: el imaginario de la República en el Brasil (Quilmes: Universidad Nacional de Quilmes, 1997), Pontos e bordados: escritos de História e Política (UFMG, 1999), e A Cidadania no Brasil: o longo caminho (Civilização Brasileira, 2001); Forças Armadas e política no Bras il (Zahar, 2005), D. Pedro II (São Paulo: Cia. das Letras, 2007.  Recebeu os seguintes prêmios: em 1987, de Melhor Livro em Ciências Sociais concedido pela Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ciências Sociais para Os bestializados; em 1991, Jabuti da Câmara Brasileira do Livro e Banorte de Cultura Brasileira para  A Formação das almas; em 2004, prêmio Casa de las Américas para A cidadania no Brasil: o longo caminho. Possui as medalhas de Santos Dumont, da Inconfidência, de Comendador da Ordem de Rio Branco,  da Ordem Nacional do Mérito Científico, de Honra da Universidade Federal de Minas Gerais, de Rui Barbosa e de Grande Oficial do Mérito Aeronáutico.