14 de mar de 2012

CASA DAS MATRYOSHKAS
lança sua programação 1º semestre 2012



Coordenada por Heloísa Monteiro, a Casa das Matryoshkas (Rua Bernardo Guimarães, 3.101, sala 101, Santo Agostinho – BH – MG) apresenta sua programação para o 1º semestre de 2012. Oficinas, palestras, vivências, cursos, meditações e círculos sagrados de mulheres, mesclam sabedoria interior, cultura e arte, resgatando o encantamento, a força do feminino, conscientizando a vida pela vida e para a vida, valorizando o Ser.
A Casa das Matryoshkas foi concebida como um espaço de acolhimento do feminino e da criança ferida. Sua criação foi inspirada pela energia das bonequinhas russas, conhecidas como matryoshkas, e que nos incitam a fazer a viagem de volta para nosso interior, em busca da sabedoria latente na essência do ser.
Por meio de oficinas, palestras, vivências, cursos, meditações e círculos sagrados de mullheres, a principal proposta da Casa das Matryoshkas é a de resgatar o encantamento, a simplicidade, a leveza, bem como o poder pessoal, com a conscientização da existência da força transformadora que permeia todo o universo e capaz de modificar o mundo.
A Casa das Matryoshkas surge para acolher, encantar, reverenciar o sagrado, a fim de que seja possível voar cada vez mais alto...

A coordenação do espaço cabe à Heloísa Monteiro, bacharel e especialista em Direito pela UFMG, palestrante do tema Espiritualidade e Justiça, aspirante do CIT – Colégio Internacional de Terapeutas, focalizadora do círculo sagrado de mulheres “Encontros com Madalena” e da Oficina das Matryoshkas.






PROGRAMAÇÃO 1º SEMESTRE 2012
Encontros com Madalena
Inscrito no Milionésimo Círculo (de Jean Shinoda Bolen), destinado à mulheres, a partir de 18 anos de idade.
Invocando o arquétipo de Maria Madalena como representação do feminino sagrado, o trabalho busca resgatar preciosos temas do universo feminino, tais como:
- a conscientização do próprio corpo, dos ritos de passagem e a percepção dos ciclos lunares e das influências hormonais (menstruação, gravidez, menopausa)
- a reverência à ancestralidade e o reencontro com a sabedoria da anciã.
- a primazia da intuição e o despertar da sacerdotiza interna.
- a importância dos rituais (solstícios, equinócios, etc)
- o aguçar da sensibilidade e a redescoberta dos antigos mistérios femininos
- o reconhecimento das ervas e o retorno da curadora
- a reconexão com a natureza e com a força do feminino sagrado
- o conhecimento transmitido através da análise de lendas, mitos universais, contos de fadas, arcanos de tarô e oráculos.
- a conscientização da energia dos três aspectos da deusa: donzela, mulher madura/mãe e anciã e sua atuação na vida da mulher.
- o reconhecimento dos arquétipos das deusas gregas em cada mulher.
- a alquimia da urdidura da trama.

Encontros com Madalena – grupo já existente:
O grupo já formado, dá seqüência à sua programação com encontros mensais, às quartas-feiras, das 19 às 22 h
Investimento por encontro: R$ 70,00 (inclui apostila, material para as vivências e lanche)
Datas:
29 de fevereiro – início das atividades 2012
21 de março – Comemoração do Equinócio de Outono
18 de abril
22 de maio – Comemoração do dia de Santa Sarah Kali (obs: este encontro acontecerá numa terça-feira, excepcionalmente)
20 de junho – Comemoração do Solstício de Inverno
Encontros com Madalena – novo grupo:
Encontros mensais às quintas-feiras, das 19 às 22 h
Investimento por encontro: R$ 70,00 (inclui apostila, material para as vivências e lanche)
Vagas: 15
Datas:
12 de abril
17 de maio
14 de junho

Oficina: “Matryoshka – Ancestralidade e intuição na viagem de volta para casa”
As bonecas matryoshkas, consideradas símbolo da Rússia, são feitas de madeira, geralmente de tília, e se caracterizam por se abrirem ao meio, contendo em seu interior outra boneca igual e menor que, por sua vez, contém outra que também se abre em mais uma, igualmente recheada com outras cada vez menores, numa seqüência que varia de cinco a trinta ou mais bonequinhas. Nas mais refinadas, a menor mede entre dois e três milímetros e a maior chega a quarenta centímetros. Todas são pintadas a mão. As bonecas exercem fascínio imediato nas pessoas, sejam homens, mulheres ou crianças. O seu formato lembra o útero e a sobreposição das bonequinhas, na seqüência da maior para a menor, nos remete, uma vez mais, à idéia das próprias camadas que formam o útero, dos véus que se desvelam, da sabedoria preciosa que se encerra no âmago de cada mulher. A oficina tem como objetivo resgatar a intuição, estimulando as mulheres a fazerem contato com a sua essência, com a sua sacerdotisa interna, restabelecendo a conexão necessária para ancorar a força do feminino, tão necessária no terceiro milênio. Por outro lado, a vivência propicia às participantes um resgate de suas origens, na busca da ancestralidade, criando a possibilidade de uma profunda comunicação com as energias de suas ancestrais. Então, na viagem de volta para casa, a mulher moderna – perdida no labirinto das exigências que a sociedade contemporânea lhe impõe – se funde com a sabedoria de sua sacerdotisa interna, se fortalece no contato com a ancestralidade, reconhecendo a influência das mulheres de sua família e se liberta para viver o feminino pleno de harmonia, sem medo de ser feliz.
14 de abril, sábado, 9h às 17h (com intervalo de 1h para almoço, não incluído no valor da oficina. Inclui apostila, material para as vivências e lanche).
Investimento: R$ 120,00
Vagas: 10

Oficina: “O mito de Cinderela e o feminino sagrado”
Qual a ligação de Cinderela com o sagrado feminino? Como associar tão conhecido conto de fada ao resgate da energia feminina, tão necessária nos novos tempos? É possível estabelecer um correlato entre a Gata Borralheira e as madonas negras da Europa medieval e com o arquétipo de Maria Madalena? Partindo de tais indagações, a proposta da oficina, realizada de maneira lúdica e suave, é a de empreender uma jornada profunda de volta para casa, decodificando a mensagem da princesa excluída e que resgata seu poder pessoal e reconstrói seu caminhar.
05 de maio, sábado, 9h30 às 12h30
Investimento: R$ 35,00 (inclui material para as vivências e lanche)
Vagas: 15

Oficina: “Resgatando Maria Madalena – o desabrochar da força feminina”
Aspectos da luz e da sombra do arquétipo de Maria Madalena. O resgate da luz e o desabrochar da força feminina.
02 de junho, sábado, 9h30 às 12h30
Investimento: R$ 35,00 (inclui material para as vivências e lanche)
Vagas: 15
Palestra: “Alinhando a energia rumo ao sucesso”
Palestra motivacional, que enfatiza a importância do direcionamento da energia para a consecução das metas almejadas, buscando também incentivar a busca da espiritualidade e a conscientização da existência da inteligência espiritual
15 de maio, terça-feira, 20h às 22h
Investimento: R$ 10,00
Vagas: 20
Coroação das Madalenas
Buscando resgatar uma antiga tradição de Minas Gerais, a proposta é reunir pessoas que estejam sintonizadas com a energia de Nossa Senhora, a fim de que ela possa ser homenageada com flores, músicas, poesias, amor, num momento de pausa e de paz.
24 de maio, quinta-feira, 20h às 22h
Evento gratuito. Lanche compartilhado. Local será informado posteriormente
Todos os eventos tem como focalizadora: Heloísa Monteiro

Inscrições e informações adicionais:
casa.das.matryoshkas@globo.com
ou pelo telefone - (31) 99818084

Nenhum comentário: