6 de nov de 2011

Em BH, o tenor Andrea Bocelli fala ao Arco-Iris Gerais e ao Eficiência Especial, sobre INCLUSÃO SOCIAL













No início da noite de sábado, 05 de novembro, o tenor italiano Andrea Bocelli - que se apresenta em Belo Horizonte, no domingo, dia 6, na Praça da Estação, falou à imprensa, em coletiva realizada no Ouro Minas Palace Hotel.











Bocelli afirmou o quanto ama o Brasil, seja através da música. “Sempre toquei ao piano, músicas de Toquinho, Vinicius e Tom Jobim.”, seja através do futebol, brincou: “apesar do descontentamento com últimas partidas entre Brasil x Itália”. “Este é um encontro para restabelecer a amizade entre os dois povos”. E completou: “Amo o sol daqui! É o sol que ilumina o coração."

Presente na coletiva, a cantora Sandy, com a qual Bocelli divide o palco em uma de suas canções, repetindo parceria celebrada em gravação feita com os dois artistas há 14 anos. Bocelli mencionou que ao ver Sandy cantar percebeu a maturidade da artista, ainda em tenra idade, o que atribuiu à “grande maturidade e conhecimento musical” da artista. Sandy falou da honra a ela destinada, em cantar com o tenor e comentou que há 14 anos não imaginava o real peso da importância daquele dueto.
Segundo os organizadores, para o evento de domingo a estimação de público é entre 80 e 130 mil pessoas (foram 80 mil convites distribuídos para a área determinada ao show).
 
Especialmente para o Arco-Iris Gerais e Eficiência Especial, Andréa Bocelli respondeu:
Márcia Francisco - Qual é a sua opinião sobre a inclusão social?
                              Você desenvolve algum projeto social próprio?

Andrea Bocelli -Todos nós somos chamados, do primeiro ao último, a olhar o próximo. Digo sempre aos meus filhos que lidamos com a dualidade: fatalmente existem o bem e o mal. Os dois estão escritos em nosso DNA. Em todas as nossas decisões, escolhas e comportamentos, somos completamente conscientes se nos comportamos bem ou mal. O que nos leva ao bem é sempre ter uma atenção com o próximo.
Então que seja é justa a máxima de Immanuel Kant*, que dizia que temos SEMPRE que agir de maneira a considerar o próximo como um fim, e NUNCA como meio.
Para fazer isso eu, efetivamente, constitui uma fundação, a Andrea Bocelli Foundation, porque pessoas podem ter intenções mas, não realizar o concreto. Eu desejo e tenho que ter certeza de que as coisas vão seguir o curso do concreto. Procuro pessoas que saibam o que estão fazendo e que realmente levem à frente a forma que encontrei de realizar aquilo que tenho em mente.
*"Age de tal maneira que uses a humanidade, tanto na tua pessoa como na pessoa de outrem, sempre e simultaneamente como fim e nunca apenas como meio." (Immanuel Kant)







Márcia Francisco, Andrea Bocelli

O show de Andrea Bocelli em BH é parte das comemorações da Fiat pelos 35 anos de sua instalação no Brasil

Programa Árvore da Vida



Rodrigo Firpe, Bianca Aragão e Marco Antônio Lage





A segunda parte da entrevista coletiva apresentou o professor da Oficina de Canto Coral do Programa Árvore da Vida, Rodrigo Firpe, a monitora da oficina, Bianca Aragão Esteves e o Diretor de Comunicação Coorporativa da Fiat, Marco Antônio Lage. Os alunos da oficina irão se apresentar no domingo, ao lado do tenor Andrea Bocelli, na Praça da Estação.
Rodrigo Firpi disse que as crianças do Coral estão “eufóricas” e descreveu a emoção dos meninos que, no máximo, ensaiavam junto ao piano de Firpi, frente à riqueza do contato com os instrumentos da Orquestra, no trâmite dos ensaios.
O Programa Árvore da Vida é a política de relacionamento da Fiat com a comunidade de seu entorno e beneficia mais de 16 mil pessoas/ ano através de atividades sócio-educativas, fortalecimento da comunidade e de geração de trabalho e renda.
Marco Antônio Lage falou da tranformação clara, resgate da cidadania, e a oportunidade de transformar vidas que o projeto proporciona às comunidades.
Lage falou ao Eficiência Especial e Arco-Iris Gerais que a Fiat está em negociação com Bocelli, para que a a Andrea Bocelli Foundation seja parceira do Árvore da Vida, na área musical e afirmou o entusiasmo do artista em efetivar esta parceria social. Valorizou ainda o apoio do projeto à portadores de deficiência, que possui uma unidade especial dedicada ao Esporte e à Educação. Parcerias como a do Instituto Ester Assunção, em Betim fortalecem as atividades na área inclusiva. A área desportiva para deficiências já está trabalhando com o intuito de preparar jovens atletas para as Olimpíadas de 2016.

Nenhum comentário: