30 de jun de 2011

Miguel Nicolelis em BH!














São mais de 27 anos de história em pesquisas sobre o mistério da mente humana. No livro “Muito além do nosso eu”, o neurocientista, Miguel Nicolelis, divide seu conhecimento, suas descobertas e todas as teorias que revolucionaram a pesquisa da medicina.

O lançamento do livro será realizado no dia 30 de junho, a partir das 19h30, no Teatro Ney Soares, do Campus Diamantina do UniBH. O encontro faz parte do projeto Sempre um Papo e tem entrada gratuita.
Miguel Nicolelis é paulistano, tem 50 anos, e trabalha desde 1994 no comando do Centro de Neurociências da Universidade de Duke, nos Estados Unidos. Ele foi o primeiro médico pesquisador a mapear uma centena de neurônios ao mesmo tempo, o que provou que as funções cerebrais não estão restritas a regiões específicas.
Devido ao pioneirismo e brilhantismo do seu trabalho, Nicolelis já recebeu 38 prêmios internacionais e foi o único brasileiro capa de uma edição da revista Science, em 131 anos da publicação.
Hoje, Nicolelis desenvolve pesquisas sobre a ligação da mente humana com a tecnologia. Seus estudos devem beneficiar pessoas tetraplégicas, dando a elas a capacidade de se locomoverem através de um exoesqueleto. Além disso, uma técnica cirúrgica desenvolvida pelo médico auxilia na diminuição dos sintomas d a doença de Parkinson.
O autor venderá seu livro, “Muito Além do Nosso Eu”, da Editora Record, no local, por R$39,90. Participe!
‘The Walk Again Project’

Baseado no sucesso dos testes com animais, Nicolelis está confiante em fazer com que os impulsos nervosos possam fazer que um paraplégico ou um tetraplégico ande novamente – desde que a lesão seja na medula, e não no cérebro. O programa, chamado “The Walk Again Project” (projeto andar novamente, em inglês), é uma parceria entre instituições de Duke (EUA), Lausanne (Suíça), Berlim, Munique (ambas na Alemanha), Natal e São Paulo.
Os cientistas já têm tecnologia para imitar os sinais nervosos humanos, logo seria possível fazer com que o cérebro envie esses sinais para algum equipamento. E esse equipamento já está sendo desenvolvido. É um exoesqueleto, uma veste robótica que reveste o corpo e, assim, possibilita que uma pessoa mova membros que antes estavam paralisados.
Os primeiros testes com essa veste devem ser feitos ainda neste ano, com macacos. A previsão é de que o projeto seja concluído no fim da década. O pontapé inicial sonhado por Nicolelis seria apenas a primeira apresentação.

29 de jun de 2011

PAULA FERNANDES EM BH



















No dia 02de julho, o Chevrolet Hall recebe  competentíssima  cantora e compositora Paula Fernandes. Show lindo e alto-astral.
Mesas com 4 lugares:R$ 800 (valor único)/Pista/Arquibancada: 3º lote: R$ 90 (inteira) / R$ 45 (meia)
Confirme sua chance de vê-la, pois, ao que tudo indica, os ingressos estão esgotados.
Informações adicionais: (31) 2191-5700 (FOTO MARCIA FRANCISCO)






A Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (GRANBEL) e o Governo de Minas Gerais (através das Secretarias de Estado Extraordinária da Copa do Mundo, da Casa Civil, de Gestão Metropolitana/Agência de Desenvolvimento Metropolitano e de Ciência e Tecnologia), em parceria com Fecomércio Minas (através do SENAC Minas e SESC Minas), convidam para o 1º. Fórum Oportunidades e Desafios da Copa do Mundo FIFA 2014 na RMBH, que será realizado no dia 29 de Junho de 2011, de 8 às 18 horas no Auditório JK, na Cidade Administrativa, Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n – Serra Verde – Belo Horizonte/MG.
PROGRAMAÇÃO:
8:30 – Composição da Mesa e Abertura Oficial

Mesa (convidados):
■Vice-governador do Estado de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho
■Vice-Governador do Estado de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho;

■Secretária de Estado da Casa Civil e Relações Institucionais, Maria Coeli Simões Pires;

■Presidente da ALMG, Deputado Estadual Dinis Pinheiro;

■Secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso;

■Secretário de Estado Extraordinário de Gestão Metropolitana, Alexandre Silveira;

■Secretário de Estado do Turismo, Agostinho Patrus;

■Secretário de Estado do Trabalho e Emprego, Carlos Pimenta;

■Secretário de Estado de Ciências e Tecnologia, Nárcio Rodrigues

■Presidente da Granbel e Prefeito de Lagoa Santa, Rogério Avelar;

■Presidente do Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Presidente do SEBRAE Minas, Lázaro Luiz Gonzaga;

■Prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda;

■Presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Vereador Leo Burguês.

9:30 – Painel 1 – Alemanha e África do Sul - Bastidores da Copa

Moderador: Sergio Barroso, Secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo

Palestrantes:
■Hegler Machado Guimarães, Assessor de Projetos Especiais do SENAC Minas

■Representante da SECOPA

■Representante da KPMG


10:30 – Painel 2 – O Caminho para a Copa do Mundo FIFA 2014

■Rotas do Turismo

Moderador: Alexandre Silveira, Secretário de Estado de Gestão Metropolitana

Palestrantes:

■Agostinho Patrus, Secretário de Estado do Turism;

■Tiago Lacerda, Coordenador da Copa do Mundo na Prefeitura de Belo Horizonte

11:30 – Perguntas dos participantes

12:00 – Almoço

14:00 – Painel 3 – Meu Município Entrando em Campo

Moderador: Carlos Pimenta, Secretário de Estado do Trabalho e Emprego

■Como envolver a sociedade;

■Voluntariado e capacitação;

■Oportunidades;

■Roteiros Turísticos.

Palestrantes:

■Professor Francisco Vidal Barbosa, do Cedeplar (UFMG)

■Representante da COL/FIFA (Comitê Organizador Local)

■Representante da SECOPA

Palestras Motivacionais

Palestrantes:

■Cristiano Lopes, Consultor Organizacional

■José Carlos Cirilo, Diretor Regional do SENAC Minas

16:00 – Painel 4 – Brasil, País da Copa

Ministério do Esporte

Palestrante:

■Orlando Silva de Jesus Júnior, Ministro do Esporte

17:00 - Encerramento

20 de jun de 2011



















VICTINHO MAGNÓLIA lança seu primeiro CD:
“AVENTUREIRO”



















Será no dia 28 de junho, terça-feira, às 21h, na Casa Pueblo (Rua Acácias, 549 – Vale do Sereno – Nova Lima – MG) o lançamento do CD “Aventureiro”, do violonista, cantor e compositor Victinho Magnólia. Primeiro disco do artista, produzido por Marcelinho Guerra, “Aventureiro” traz 10 faixas de autoria de Victinho Magnólia, apresentando reggae, pop e samba-rock, e conta com a participação especial de Alexandre Maia (Porquinho) Manitu, Mc Papo, Dusares, Cubanito (Black Sonora) e Leandro Ferrari (Gaita). Os ingressos já estão à venda na Loja ReggeaNation: (Rua Fernandes Tourinho 19/109 - Funcionários) e na Lanchonete Brazas Spetin Rua Oliveira, 479 – Cruzeiro/ao lado da FUMEC). Informações adicionais: (31) 87419661.

VICTINHO MAGNÓLIA
Natural de Belo Horizonte-MG, 1988, o violonista cantor e compositor Victinho Magnólia, guarda uma história de berço musical. Suas raízes vêm da família materna, onde tios e tias nunca passaram um encontro familiar sem uma boa música, violão e cantorias. Todos sempre cantaram juntos e mostraram ter nascido com o dom da música. Mas ao longo dos anos se dedicaram a musica, profissionalmente. Juntas, as tias Lu e Celinha se destacaram na interpretação do MPB e Regional. Celinha Braga hoje é proprietária e coordenadora da Celinha Braga Oficina de Música, responsável pela formação musical de muitos músicos da nova geração mineira. Dos “sobrinhos” Victinho e a prima Ana Luiza dedicaram a musica. Hoje, entre outros trabalhos Ana Lu é a percussionista Banda Zé da Guiomar. Com pouco mais de 7 anos de idade, Victinho decidiu ser saxofonista e matriculou-se na Escola de Música da UEMG: “O curso tinha um pré-requisito de 3 anos de coral, musicalização infantil, flauta e piano. Impaciente após um ano de curso, abandonei, pois, queria o sax e não todas essas coisas...” (VM)
Aos 11 anos, Victinho acompanhou o irmão mais velho em aulas de violão com a mãe, Regina Braga. Mas viu o mesmo irmão abandonar as aulas com pouco tempo deixando violão de lado... Aos 13 anos “roubou” o violão que era de aprendizado do irmão e começou a experimentar o instrumento. Então, aprendeu com a mãe, os primeiros acordes. “Desde que peguei aquele violão abandonado pelo meu irmão, não me lembro mais de nem um momento na minha vida sem um violão por perto.” (VM)
Veio o primeiro professor particular, por dois anos. Aos 13 anos iniciou os estudos de canto com a na Celinha Braga Oficina de Musica e não parou mais. Na mesma escola estudou violão com Sérgio Dua, durante quatro anos. Por volta dos 14, 15 anos eram freqüentes as viagens com os pais para a fazenda familiar em Pedra do Indaiá/MG . Lá, com amigos, formou sua primeira banda, a Tomarock. A banda fez sucesso e, na história, abriu o show do sertanejo Eduardo Costa.
Aos 16, 17 anos já era requisitado em todas as rodinhas de violão da escola, e já havia feito participações em alguns shows com amigos mais velhos que já tinham bandas.
Aos 18 anos, Victinho viajou em intercambio para os EUA onde residiu por um ano. Também estudou musica na escola americana, na casa de família onde morou, um jovem da sua idade tocava saxofone. Então, com mais alguns amigos americanos montaram a Banda Brazilian Mom onde tocavam samba nos cafés da cidade. Foi aí que ganhou seu primeiro dinheirinho: com a música!
De volta ao Brasil, montou sua primeira banda em BH. A Magnólia Roots, formada por Elmo, Estrela, Alexandre e Victinho. A Banda tocava em bares belo-horizontinos, principalmente na região da Savassi. E se destacaram com um repertorio cover de bandas de Reggae nacional e internacional. O bar onde mais tocavam foi o Quintal Bar Cultural no Sion. Magnólia Roots era sinônimo de casa cheia. A banda cresceu, e incorporou o percussionista Cacau e a backing vocal Rafaela.
Com essa formação a Magnólia Roots abriu o show de uma das maiores bandas de reggae nacional. A banda Chimarruts, no Music Hall, em BH.
Victinho começou cursar publicidade na UNI-BH, depois transferiu para FUMEC.
Após mais de 3 anos de banda a Magnólia Roots, Victinho realmente definiu que a musica seria seu principal objetivo.
Em 2010, junto a Marcelinho Guerra, guitarrista, começaram a produção de um disco com 10 faixas autorais. Victinho, já com o Magnólia em sua essência e em suas composições continuou se destacando fazendo voz e violão em vários bares e cidades mineiras, até a chegada do disco. Agora, “Aventureiro” chega ao mercado apresentando a arte genuína de Victinho Magnólia. Para ouvir, cantar, dançar e se divertir. Com vocês, o responsável “Aventureiro” Victinho Magnólia!
CONHEÇA:
http://victinhomagnolia.conexaovivo.com.br/profiles
http://www.youtube.com/user/victinhomagnolia

AVENTUREIRO
Com produção de Marcelinho Guerra (guitarrista de nomes como. Terral, Kiko Klaus, Pedro Moraes, Renegado, Lu Alone, Felipe Sabbae, entre outros), o CD “Aventureiro”, de Victinho Magnólia, foi gravado no Estúdio Elétrico. Com 10 faixas autorais: Dih amante Brasileiro, Aventureiro, AM420NIA, Luau em Alto mar, Papepiando, Chá, Meu melhor Lugar é você, Dias de Frio, Click of Love e Nosso Som Vai nos Unir, o disco traz a participação especial de Alexandre Maia (Porquinho) Manitu, Mc Papo, Dusares, Cubanito (Black Sonora) e Leandro Ferrari (Gaita).
Na ficha técnica: Ana Lu (percussão), Cacau (conga), André Lima e PedroRios (teclados), Manu Santos, Mari, Cacau Lopes e Ju (backing vocals), Fabão (contrabaixo), Felipe Fantoni (contra-baixo), Frederico Heliodoro (contra-baixo), Guto Ferreira, Igor Cueco e Raul Costa (bateria), Zé Mauro (violão) e Marcelinho Guerra (violão e guitarras/contrabaixo/sintetizadores).  (FOTO RODRIGO BETHONICO)


HONRA AO MÉRITO:A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) recebe na próxima quarta-feira, dia 22, o diploma de honra ao mérito da Câmara Municipal de Belo Horizonte, por ocasião das comemorações dos seus 50 anos. A indicação foi do vereador João Bosco Rodrigues, “João Locadora”.

13 de jun de 2011



















Assembléia do Fórum da Música de Minas - 14/06/2011


O Fórum da Música de Minas convida o setor musical e cultural para a terceira Assembléia Geral do ano. As assembléias abertas tem sido muito produtivas e proporcionado uma participação efetiva de toda a classe musical nas discussões acerca de políticas públicas para a música produzida em Minas.
A reunião será realizada dia 14 de junho (terça-feira), às 19h00, no Lapa Multshow (Rua Álvares Maciel, 312, Sta. Efigênia) e terá como pauta:
Programa Música Minas: informes e relatorização

Conselho Municipal de Cultura de Belo Horizonte

Lei Municipal de Incentivo à Cultura de BH: consulta pública e eleição da Comissão de Avaliação

Conselho Estadual de Políticas Culturais

Lei Estadual de Incentivo à Cultura: Audiência pública dia 15/06 sobre Substituição Tributária

Informes:

Processo de tombamento do Lapa Multishow

Marcha da Liberdade

Editais do Procultura

Feira Música Brasil

Seminário de Cooperativismo Musical (Acre)

SAIBA MAIS:
http://musicaminas.blogspot.com/2011/06/assembleia-do-forum-da-musica-de-minas.html

6 de jun de 2011

NABUCCO










De 19 a 27 de junho, o Grande Teatro do Palácio das Artes recebe Nabucco, de Giuseppe Verdi (1813-1901), que está sendo produzida pela Fundação Clóvis Salgado. Nabucco trata-se de uma das óperas mais executadas no mundo e é a primeira vez que a montagem é realizada em Belo Horizonte. Sobre o coro “Va’ Pensiero", disse o maestro Silvio Viegas: "Verdi conta em suas memórias que, quando chegou a seu quarto, o libreto caiu de seu casaco e abriu na página que iniciava com o texto: “Va’ Pensiero sull’ali dorate”. Destino? Difícil dizer... Após ler mais um pouco, tentou dormir, mas não foi capaz.
Sentiu sua alma agitada, sentiu nascer de novo dentro de si a energia criativa que o marcaria para toda sua vida. Na estreia, no dia nove de março de 1842, ao término do primeiro ato, o compositor foi aplaudido de pé por vários minutos.  Ao final da ópera, com uma ovação raramente vista vinda do público, dos cantores e dos músicos, nascia, de forma definitiva, o compositor Giuseppe Verdi. Miraculoso". A Ópera Nabucco tem direção musical e regência de Silvio Viegas e concepção e direção de cena de André Heller-Lopes. Foram convidados oito solistas de diferentes estados e países: Rodrigo Esteves (RJ), Eiko Senda (Japão), Sávio Sperandio (GO), Rita Medeiros (MG), Marcos Paulo (RJ), Cristiano Rocha (MG), Júlio César Mendonça (MG) e Fabíola Protzner (MG). Além de um grande elenco, a ópera contará com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Coral Lírico de Minas Gerais e Coral Lírico do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Nabucco estreou em 1842, no teatro La Scala, em Milão, sendo a terceira composição e o primeiro grande sucesso de Giuseppe Verdi. O texto original é composto de quatro partes e contava a história de hebreus cativos que se tornaram escravos por Nabucodonosor, famoso rei do segundo império caldeu.  Mais de 400 profissionais estão envolvidos na produção que também será apresentada no Rio de Janeiro, em julho, no Theatro Municipal. A montagem é mais uma ação de intercâmbio promovida pela Fundação Clóvis Salgado com outras casas produtoras de óperas no país. Além da circulação para outras cidades, cerca de 20 integrantes do Coral Lírico do Theatro Municipal do Rio de Janeiro participam do coro, assim como parte dos figurinos foram produzidos pelo Theatro Municipal de São Paulo.

Horários, ingressos e informações adicionais: (31) 3236-7400

4 de jun de 2011

NATURA MUSICAL MINAS:
 
Veja a programação completa do Festival Natura Musical Minas em http://www.naturamusical.com.br/

VALORIZE A INCLUSÃO!






Caros amigos, este post é para lembrarmos da importância de VALORIZARMOS A INCLUSÃO.
Basta nos remetermos ao ARTIGO I da Declaração dos Direitos Humanos (Nações Unidas, 10/12/1948): Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.
É questão de consciência e respeito, assegurar a dignidade do ser, da mesma maneira que gostaríamos de ser valorizados.
Se isso não basta e, para alguns, é necessário verificar benefício próprio, saibamos que podemos não estar isentos dessa condição, em tempo futuro: AS ESTATÍSTICAS REVELAM QUE DEZ MIL PESSOAS POR MÊS TORNAM-SE DEFICIENTES FÍSICOS NO BRASIL, vítimas de acidentes, causas traumatológicas e enfermidades. Você gostaria de ser excluído? Dos ambientes púbicos, da vida social, festas, esportes e tudo o mais? Inicie agora sua campanha valorizando a inclusão, desde o respeito à uma vaga de trânsito destinada ao portador de deficiência até a consciência de valor dada à qualquer competência de um.
Conheça bem, antes de excluir, não é difícil, abra-se ao diálogo direto, verifique os PNE’s representantes públicos na política, ou pesquise no Google (!) para saber mais sobre as eficiências possíveis dos Portadores de Necessidades Especiais. Você ficará admirado...Você ficará admirada! Muitos deles superam você em muitos aspectos e nem sabem da sua existência.
Grande exemplo é Felipe Marinho de Oliveira, que perdeu a visão dos olhos, vítima de acidente, aos 18 anos de idade. Mas isso não lhe tirou a visão de que poderia tornar-se um vencedor na arte de viver. Concluiu o segundo grau e formou se em Economia, constituiu família e hoje é pai de três filhos maravilhosos: Sophia então com oito anos e Davi de um ano e Ester (4 dias). Aos 37 anos bateu recorde mundial e agora totalmente recuperado de sua lesão vem melhorando cada vez mais seus tempos nas competições. Até agora já possui 159 medalhas, sendo 54 medalhas de ouro, 69 de prata e 36 de bronze de vários campeonatos que participou. Reconhecido pelo estado de Minas Gerais recebeu em 2009 a medalha da Inconfidência Mineira e a medalha de Santos Dumont.
Agora, Felipe Marinho ministra palestras com o tema superação através do esporte, ilustradas com sua própria história de sucesso.
Valorize a inclusão!
Um abraço,
Márcia Francisco
((*** Na foto: Felipe Marinho de Oliveira  - crédito: Márcia Francisco)

3 de jun de 2011

Metrô de BH volta a ser palco de música



















Durante o mês de junho, as estações de metrô de Belo Horizonte serão novamente dominadas pelo mundo da música. É o BH Music Station, que retorna para agitar as madrugadas com renomados shows locais e nacionais. O evento acontecerá durante três sábados seguidos: dias 4, 11 e 18 de junho, da meia-noite às 5h da manhã de domingo.
Com apenas um ingresso por noite, o público poderá assistir a vários os shows, que acontecem em diferentes estações da cidade. Durante o trajeto de uma estação à outra, as pessoas poderão conferir performances de dança, teatro, circo e música ao vivo nos vagões e corredores.
saiba tudo: www.bhmusicstation.com.br/
VEM AÍ:

O estilista RICARDO MELO comemora 25 ANOS de carreira,
celebrando o sucesso em sua arte de bem vestir!


















Ao completar 25 anos de carreira, em 2011, o estilista mineiro Ricardo Melo mantém ativa sua agenda de atividades.
Em cartaz no Pátio Savassi, até o dia 12 de junho, integrando a exposição “Casamento Real”, o estilista apresenta mais uma bela criação inspirada no século XVIII.
No dia 07 de junho, terça-feira, às 20h, Ricardo participa do “Desfile Moda Noiva 2011” e leva à passarela do Boulevard Gourmet (Ponteio Lar Shopping), três criações inspiradas no universo feminino e suas silhuetas.
Em seguida voa para São Paulo, onde participará de 13 a 20 de junho, do “Moda no Museu” (Espaço Manacá Eventos (Av. 9 de julho, 3830 – Jardins – São Paulo). Lá, Ricardo Melo, apresenta para atacadistas, sua Coleção Festa Primavera-Verão 2012. Um mix de 55 peças - vestindo do 38 ao 52 - criadas pelo estilista, várias delas com estampas pintadas à mão, por ele. Além de texturas, dobraduras e efeitos rendados. Muita técnica e sensibilidade unida a um primoroso acabamento, valorizando o feminino, tônica principal deste artista que celebra 25 anos de carreira.
Veja mais: http://www.ricardomelo.com.br/


1 de jun de 2011




















Associação dos Cavaleiros da Cultura realiza concurso literário Crônicas Estrada Real


Com o objetivo de descobrir, divulgar, estimular e premiar novos valores do interior de Minas Gerais, a Associação Cavaleiros da Cultura (ACC) - instituição sem fins lucrativos – está realizando o concurso literário “Crônicas Estrada Real”, nas escolas participantes da Expedição Literária Estrada Real, que acontecerá de 24 de junho a 7 de julho em 25 localidades do chamado Caminho dos Diamantes.
Os interessados devem ter entre 10 e 13 anos e estarem matriculados no 4º ou 5º anos do ensino fundamental das escolas da Rede Pública participantes. Cada uma das escolas vai escolher até quatro crônicas entre as inscritas, que devem ser inéditas e de autores desconhecidos.
A comissão julgadora será composta de três conhecedores de literatura, que escolherão três trabalhos para o 1º, 2º e 3º lugares. O autor da crônica campeã receberá um notebook e os 2º e 3º lugares serão contemplados com medalhas alusivas ao concurso.
Todos os participantes do Concurso, devidamente inscritos, receberão certificado de participação..
A complexidade da linguagem utilizada nos textos será avaliada conforme faixa etária do participante. Cada um deverá ter um professor de sua escola como referência da obra, sem que o mesmo contribua com a mesma.
A apresentação dos vencedores, e as premiações, vão acontecer nas cidades de Diamantina,24 de junho, Conceição do Mato Dentro, 28 de junho e Santa Barbara dia 4 de julho, como parte da programação do Evento-Show da Expedição Literária Estrada Real, que terá sua primeira etapa realizada entre os dias 24 de junho e 7 de julho, no Caminho dos Diamantes, entre Diamantina e Ouro Preto (MG), em um percurso de 400Km, em 25 localidades, quando serão distribuídos 150 mil livros para crianças e jovens do 1º ao 5º anos do Ensino Fundamental da Rede Pública.
O Concurso tem caráter sócio educacional e não vincula seus resultados com nenhuma área da Associação dos Cavaleiros (ACC) da Cultua, a não ser o Departamento Social.
A ACC organiza o Concurso com seus parceiros locais, sem nenhuma vinculação a qualquer partido político, agremiação religiosa, fins comerciais ou outra expressão social que não seja o compromisso com a causa da educação pública e a inclusão social.
O projeto tem apoio da Editora Paulus, Instituto Estrada Real, Secretarias de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, prefeitura de Itamonte, Fiat, CEMIG, Soma Nutrição Animal e Caçula.
Informações adicionais: http://www.cavaleirosdacultura.org.br/