30 de abr de 2007

DIA DO TRABALHO COM MUITA ARTE

Feriado em BH? A Fundação Clóvis Salgado convida para 3 dias de comemoração ao dia do Trabalho, no Grande Teatro do Palácio das Artes (BH - MG - (031) 3237 7399. No dia 1º de maio, terça-feira: Orquestra de Câmara de Ouro Branco; 02 de maio, quarta-feira, Coro Madrigale e, no dia 03 de maio, quinta-feira: Grupo de Dança 1º Ato, com o espetáculo 'Mundo Perfumado'. Os eventos acontecem sempre às 20h30 e têm ENTRADA FRANCA. Cada pessoa poderá retirar 1 (um) par de ingressos na Bilheteria do Palácio das Artes, um dia antes do espetáculo. Horário de funcionamento da Bilheteria: segunda-feira a sábado, de 10h às 20h, domingo e feriado (terça-feira, dia 1º), de 14h às 20h.(FOTO MUNDO PERFUMADO - 1º ATO)
AGUARDE: FESTA DA MÚSICA!!!
A Fundação Assis Chateubriand, a Rádio Guarani e o Jornal Estado de Minas apresentam de 25 de maio a 03 de junho a FESTA DA MÚSICA. O evento promete ser um super encontro musical que vai marcar o calendário da cidade: serão 10 dias seguidos, de shows gratuitos nas praças, teatros e museus de BH. Os artistas? Anote aí e fique ligado: Célio Balona, Dominguinhos, Nenê Trio, Pau Brasil, Quarteto Mauro Senise, Babilak Bah Enxadário, Hermeto Pascoal, Enéias Xavier, Márcio Montarroyos, Orquestra Bossa Jazz, Monte Paschoal, Quinteto Villa Lobos, Alieksey Vianna e Ensemble SP, Big Band UFMG, Violões do Horizonte, Coral BDMG, Ars Cantorum, Guinga, Duo Fel, Sarau Brasileiro, Zé da Velha e Silvério Pontes, Cléber Alves, Gilson Peranzzetta, Harvey Wainapel, Rufo Herrera, All Star Jazz, Marcus Vianna, Gilberto Mauro, Itiberê Orquestra Família, Juarez Moreira, Paulo Moura, Celso Moreira, Arismar do Espírito Santo, Gabriel Guedes, Ausier e Grupo Pedacinho do Céu, Orquestra Sesiminas, Coral Copasa, Sylvia Klein, Cristóvão Bastos e João Lyra, Maurício Einhorn, Mater Eclesiae, Cariúnas, Turíbio Santos, Suíte para os Orixás, Toninho Horta, Weber Lopes, Yamandú Costa,Carlos Malta e Pife Moderno e Tabajara Belo.

27 de abr de 2007

CAPITAL INSTRUMENTAL


De sexta, 27 a domingo, 29 de abril, a partir das 19h, BH acolhe a música instrumental, abrindo espaço para a safra atual de talentos. Acontece, no Teatro Sesiminas (Rua Padre Marinho, 60 - Santa Efigênia - BH - MG), a 7ª edição do Prêmio BDMG Instrumental. A comissão julgadora, formada por especialistas selecionados vai eleger 6, dentre os 12 concorrentes. Na sexta, os seis finalistas que se apresentam, são: Jorge Bonfá (violaõ), Mateus Bahiense (percussão), Gustavo Figueiredo (piano), André Rocha (violão), Antônio Loureiro (piano) e Maurício Ribeiro (violão). No sábado é a vez de Marcelo Magalhães (piano), Dudu Lima (contrabaixo), Ronaldo Sá (guitarra e violão, André Queiroz - Limão (bateria), Márcio Hallack (piano) e Rodrigo Torino (violão). O evento é aberto ao público (ingressos: R$2,00 - dois reais) e termina no domingo com a apresentação dos seis finalistas. Antes do anúncio dos vencedores, um brinde com a performance de Mauro Rodrigues e Esdra (Nenem) Ferreira, que receberam o Prêmio Marco Antônio Araújo de melhor cd de música instrumental independente, pelo disco independente "Suite para os orixás", produzido em 2006. Os compositores Mauro e Nenem apresentarão a obra homônima ao disco, inspirada na cultura afro-brasileira, cantos e ritmos dos orixás.(FOTO FERNANDO FIUZA)
MINAS É ASSIM
"Ai, Minas de minha alma, alma do meu orgulho, orgulho de minha loucura, acendei uma luz no meu espírito, iluminai os desvãos de meu entendimento e mostrai-me onde se esconde esse mineiro maravilhoso, esse meu irmão desvairado que no fundo vem a ser a melhor razão existir". (Fernando Sabino)
A lua passeia em seu ciclo e Minas não perde o trem. As noites de arte promovem encontros iluminados. Foi assim, na quinta, 26, pós-show de Léo Minax, pós-show da família Guedes e véspera do início da maratona Prêmio BDMG. Na cidade, o crítico J.D. Raffaelli, nos deu a suavidade de sua presença e, em cadência harmoniosa, a luz das estrelas, em memoráveis encontros... Juarez Moreira, Nenem, Beto Guedes, Sérgio Moreira, Vander Lee, Léo Minax,Wladmir Garcia, Chico Amaral e Marrege, Malluh Praxedes, Tavinho Bretas, Pedro Morais, Ian Guedes, Makely Ka, Cláudia Lima, Cláudio Faria, Flávio Henrique, em alguns cliques (CRÉDITO FOTOS: MALLUH PRAXEDES, MÁRCIA FRANCISCO, SÉRGIO MOREIRA, PEDRO MORAIS, TAVINHO BRETAS, CLÁUDIA LIMA)











CINEMA


Para os amantes da sétima arte, imperdível é assistir à produção cinematográfica mineira "Batismo de Sangue, de Helvécio Ratton, baseada no livro de Frei Betto, em cartaz em várias salas de cinema, no circuito belo-horizontino. Em produção da Quimera Filmes, Batismo de Sangue tem como tema central a participação de frades dominicanos em luta clandestina contra a ditadura militar. Baseada em fatos reais, a justa montagem - rodada em BH, RJ e França - rasga duras verdades em seus frames, com a propriedade de descortinar o drama e a dor de um período ainda velado no tempo da História, em uma abordagem humanista. Texto e cena vão além de conceitos de religiosidade e denotam a espiritualidade urgente no coração de seres que, visceralmente e com lucidez, clamam por justiça. Ratton transmite em seu filme, a mais sutil película que nos aproxima da consciência, da possibilidade de reflexão: o fio que toca a emoção. A fotografia nos surpreende, com inusitadas tomadas das locações escolhidas, em que percebemos regiões de Minas e sua capital (para quem é da terra) perfeitamente ambientadas. A trilha sonora, assinada por Marco Antônio Guimarães é assinatura personalizada e à medida exata. O elenco, primorosamente encabeçado por Caio Blat, traz em seu vértice um emergir de brilhantes talentos da cena mineira, que se revezam, em constantes atuações competentes. Menção necessária para a ótima estréia de Odilon Esteves e Léo Quintão, além da performance sempre digna de Jorge Emil, e as participações presentes de Renato Parara, Daniel de Oliveira, Ângelo Antônio. Se destacarmos todo o elenco há ainda um sem número de aparições bem-colocadas ou fortes presenças mesmo que, algumas, breves: Maurício Tizumba, Chico Pelúcio, Glicério Rosário, Eduardo Moreira, J. D'Ângelo, Rita Clemente... enfim! Mas, um intérprete nos salta aos olhos em louvável atuação: Marku Ribas. Sim, Ribas - que é eloquente bandeira do melhor da nossa música, da representação ativa e da pesquisa da nossa cultura artística e popular - é incansável fonte de surpresas em suas ações. Sua atuação chama a atenção para a multiplicidade das artes. Marku é artista completo. Essa não foi sua estréia no cinema, mas, renova a coroa desse empreendedor. EM TEMPO: registro ainda sua brilhante participação no DVD "Alabê de Jerusalém", de Altay Veloso. Marku sempre escancara capacidade de ser instrumento e voz de verdades várias. Recebe, faz. PS.: Que Helvécio Ratton, mestre no que faz, me desculpe pela emocionada e talvez pouco técnica abordagem nessa redação, mas, é expressão da minha reverência aprendiz, no que tange a arte em seu exercício mais sincero. Fazer cinema com essa verdade, ainda em tempo de precários incentivos às produções é "pegar o boi pelo chifre", há que se louvar. (Márcia Francisco)

26 de abr de 2007

AULANALUA

Mineiro, radicado em Madri, há 20 anos, o músico Leo Minax realiza no dia 26 de abril, quinta-feira, às 21h, no Teatro Santa Dorótéia (Rua Chicago, 140 - Sion - BH - MG - 31 3285 1687) o show de lançamento de "Aulanalua". O álbum, recém-gravado na Espanha, contém CD e DVD e é o quarto trabalho do artista. Nas faixas, influências de sua herança mineira mesclada à nítida consciência de Minax rumo aos frutos do diálogo aberto que desenvolve junto à outras culturas, em uma sonoridade que, pop, imprime identidade e experimentações, unindo os cuidados da música bem elaborada ao bom do universo atual. O disco tem como convidados destacados: Marina Machado, Ivan Ferreiro, Moska, Javier Álvares, Javier Vercher, Pablo Martin-Caminero e Arnaldo Antunes e registra parcerias de Léo Minax com Nancy Straus, Celso Adolfo, Marcelo Sarkis e Chico Amaral. No espetáculo do dia 26, Leo Minax se apresenta em voz e violão, em intimista prévia da turnê de lançamento de "Aulanalua", que terá início em junho pela Argentina e ainda em 2007, chega à Minas, com sua banda. Ingressos: R$20,00 (inteira). EM TEMPO: na sua vinda a BH, a participação de Leo Minax, no Projeto Sempre um Papo, na quarta, 25.
A BURLANTINS COMEMORA 10 ANOS DE EXISTÊNCIA E ATIVIDADE CRIATIVA
Unindo seus talentos e, paralelo às bem-sucedidas carreiras profissionais independentes, os artistas Regina Spósito, Maurício Tizumba e Marina Machado fundaram e integram a competente Cia Burlantins que, há 10 anos, vem encantando palco e rua com suas performances de teatro musical e montagens extremamente profissionais e deliciosamente divertidas. Na bagagem de espetáculos "O homem da gravata florida"; "O homem que sabia português" e "À sombra do sucesso". Na manga dessa mágica trupe, em comemoração aos 10 anos, a montagem do espetáculo "A Zeropéia", baseado em parte da obra infantil do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. Com estréia prevista para o final desse semestre, o musical terá direção de Carla Camuratti, coreografias de Jomar Mesquita e a preparação vocal de Babaya. No ano de aniversário, a festa é do público. De 27 a 29 de abril, a Burlantins se apresenta em São João Del Rey, com sua Mostra que traz cortejo, show e dois dos aplaudidos espetáculos. Para visualizar melhor e conferir toda a programação, clique e amplie o folder seguinte:
NA MAGIA DO SAMBA

O compositor belo-horizontino Toninho Camargos realiza no dia 28 de abril, sábado, às 21h, show em apoio à gravação de seu disco "Na magia do samba". O evento que acontecerá no Teatro Municipal Manoel Franzen de Lima (Praça Bernardino de Lima s/n - Centro - Nova Lima - MG) contará com a presença de diversos convidados do cenário musical mineiro. Toninho Camargos recebe Amaranto, Ângela Evans, Brasil com S (Cadinho Faria, Hudson Brasil e Carlão), Celso Adolfo, Ladson do Nascimento, Lígia Jacques, Romeu Cocenza e Titane e contará, também, com a participação especial de Lira Amaral. Trata-se de um valioso projeto que irá documentar a qualidade melhor do nosso samba. Conheça. Os ingressos custam: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia-entrada). Quem comprar INTEIRA terá direito a um vale CD.Os ingressos já estão à venda. Em BH: na Cozinha de Minas, Trem Azul, CD Plus, Discomania, Acústica, Livraria Opus, Fundação de Educação Artística e Germinare. Em Nova Lima: na Carmen Amoroso Lima Idiomas, Escola de Música de Nova Lima, Fernando Fotografias, Shopping Ponto Verde e na bilheteria do Teatro Municipal. (FOTO CELSO TRAVASSOS)

22 de abr de 2007

A VEZ DA VOZ

O músico Carlos Ed se apresenta no dia 28 de abril, sábado, 23h, no Conservatório Music Bar (Rua Timbiras, 2041 - Lourdes - BH - MG). Carlos Ernest Dias, conhecido como oboísta e instrumentista de sopros, acaba de lançar seu novo disco, homônimo à sua nova assinatura 'Carlos Ed'. Uma novidade do disco é a presença da voz do artista, em 10 das 13 faixas. Carlos Ed experimenta a mágica amplitude de possibilidades da música, utilizando seu canto como caminho para a expressão das composições próprias. A iniciativa é aparentemente ousada, mas, muito especial para o ouvinte que terá a chance de conhecer a obra no timbre do compositor. Com o CD, Carlos propõe estabelecer uma ponte entre músicos e músicas das capitais onde já viveu: Rio, Brasília e Belo Horizonte, e, ainda promover um diálogo entre gêneros (samba, bossa nova, pop, reggae, canção, balada, choro) que revelam as várias faces de um mesmo compositor. No show do dia 28, Carlos Ed será acompanhado por Renato Saldanha (violão e guitarra), André Lima (teclados), Fred Jamaica (baixo) e Flávio Garcia (bateria). Ingressos: R$:12,00 (homens) e R$9,00 (mulheres). Reservas e informações adicionais: (31) 3213 8375.(FOTO: NELLO AUN)
MINAS EM PESO NO PRÊMIO TIM

A edição 2007 do Prêmio TIM de música brasileira, consagrado como o maior prêmio da cena musical brasileira - que neste ano homenageia o sambista carioca Zé Ketti(falecido em 99) - traz, merecidamente, seis mineiros nas indicações para suas diversas categorias: Déa Trancoso (melhor disco e melhor cantora/ categoria regional, melhor projeto visual e melhor cantora/juri popular); Wagner Tiso (categoria disco de projeto especial); Vander Lee (melhor disco/ categoria canção popular), Milton Nascimento (DVD categoria especial); Skank (melhor disco categoria pop/rock) e João Bosco (melhor cantor/ categoria MPB). A premiação acontecerá no dia 16 de maio, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Ao todo, 102 selecionados concorrem às várias categorias do Prêmio. Se você quiser, poderá escolher o melhor cantor e a melhor cantora, indicando sua preferência no link 'voto popular', no site da TIM. Participe! (FOTO: DÉA TRANCOSO, POR ÉLCIO PARAÍSO)

20 de abr de 2007

TIRADENTES

Neste 21 de abril, sábado, o Museu Giramundo (Rua Varginha 235 - Floresta - BH - MG) homenageia um dos heróis brasileiros, com a apresentação do esquete do espetáculo 'Tiradentes - Uma História de Títeres e Marionetes', em duas sessões, às 10h30h e 15h30. A montagem tem direção geral de Beatriz Apocalypse e direção de cena de Rooney Tuareg e traz como marionetistas os alunos da Escola Giramundo, formados em 2006. A música do espetáculo, com letra de Álvaro Apocalypse, foi regravada em uma versão atualizada pelo músico mineiro Celso Adolfo. Além de 'Tiradentes', o Museu apresenta, durante todo o mês de abril, a mostra temática Índios, com personagens de diversos espetáculos do Giramundo Teatro de Bonecos. A entrada do espetáculo dá direito a uma visita ao Museu. Fique atento à programação do Museu Giramundo, com novidades mensais para o público. Ingressos: R$ 5,00 (criança até 12 anos, estudantes com carteirinha e pessoas acima de 60 anos pagam meia)

19 de abr de 2007

ARTE PARA TODOS
Foi inaugurado no dia 15 de abril, o projeto Ponto de Cultura Arte para todos, da Associação Sócio-Cultural Os Bem-te-vis, de Itatiaia, distrito de Ouro Branco/MG.
Com intensa participação da comunidade e presença de autoridades da região e do Ministério da Cultura, o evento contou com a apresentação do Coral Os Bem-te-vis regido pela adorável e competente cantora Dona Jandira, que há 6 anos, em Itatiaia, mudou a realidade local, através da criação da Associação, junto com Wilton Guimarães e Breno Cunha. O projeto oferecerá oficinas de técnica vocal, aulas de violão, flauta doce, além de artesanato e Cultura Digital. Informações adicionais: (31) 3741 6400.
EM TEMPO: em show de Dona Jandira, no Villa Rizza, na quarta, 18 de abril, encontro com os cantores Sérgio Moreira, Lula Ribeiro e Selmma Carvalho; Suely Machado(Grupo Primeiro Ato), Wilson Souto Jr. (Atração/SP) e o consultor Ivan Trilha, dentre outras presenças(FOTOS: MACKLENY ROSEMBURG/ MÁRCIA FRANCISCO)


SALVE JORGE!


Com entrada franca acontece na segunda-feira, 23 de abril, das 18h às 21h, o Projeto Sempre Um Papo promove a festa 'São Jorge de Livros e Rosas', na Praça da Liberdade (BH/MG), comemoração tradicional na Espanha que o notável produtor cultural Afonso Borges trouxe para o Brasil e há 11 anos é realizada na capital mineira. Haverá apresentações dos do grupo folclórico Meninas de Sinhá, Companhia de Dança Flamenca Los Del Rocio e performances do músico e ator Maurício Tizumba. O evento, em homenagem ao Dia Mundial do Livro, propõe às pessoas a troca de livros por rosas. Na edição 2007, no entanto, o objetivo de despertar a atenção da opinião pública para a questão do aquecimento global, a tradicional rosa será substituída por centenas de mudas de árvores, oferecidas pela Fundação de Parques Municipais, da PBH. A festa é inspirada em uma tradição espanhola quando, sempre no dia 23 de abril, as pessoas que se gostam trocam livros por rosas. Neste dia, comemora-se São Jorge, o Santo Guerreiro e o dia do mundial do livro. Na data lembra-se a morte do escritor Miguel de Cervantes, autor do clássico Dom Quixote. A expectativa do Sempre Um Papo é arrecadar, somente no dia 23, mais de 2 mil livros.
'São Jorge de Livros e Rosas' é uma realização do projeto Sempre Um Papo, que tem o patrocínio da Embaixada da Espanha, Usiminas e Jornal Estado de Minas, com apoio cultural da Belotur, Rádio Guarani e Fundação de Parques Municipais de Belo Horizonte. "Compareça. Doe Livros. Plante árvores". É uma comemoração deliciosa!Informações adicionais: 31 3261 1501. (FONTE IMAGEM - SITE SEMPRE UM PAPO)
QUINTETO VIOLADO EM BH

A Petrobrás e o projeto Circular Brasil apresentam o grupo Quinteto Violado (PE). O show acontece no dia 22 de abril, domingo, às 19h, no Teatro da Biblioteca Pública (Praça da Liberdade, 21 - BH - MG) e traz o convidado especial Carlos Malta. Os ingressos são vendidos na bilheteria do teatro 2h antes do evento e custam R$5,00 - inteira e R$2,50 (meia). No dia 17 de maio é a vez do Quarteto Maogani (RJ) se apresentar no Circular Brasil. Maogani convida Marcos Suzano. Fique ligado e aproveite!

15 de abr de 2007

REGISTRO
Salve presença iluminada do músico Tino Gomes em Belo Horizonte, 'catopezêro' de alma, forrozeiro, cantor, compositor, escritor... ARTISTA!


Em tarde deliciosa de tambor e festa, a energia plena no encontro de Pedro Luis (da Parede/RJ) Tino Gomes e Tizumba
(FOTO MÁRCIA FRANCISCO)

14 de abr de 2007

O SOM DA CABEÇA DO ELEFANTE

O cantor, compositor e violonista Reynaldo Bessa (Mossoró/Rio Grande do Norte) morou em Fortaleza e está radicado em São Paulo há mais de 15 anos. Após participação no projeto Terças Poéticas, em 2005, homenageando Alphonsus de Guimaraens, Reynaldo estará em Belo Horizonte com o show de lançamento de seu mais recente CD “O Som da Cabeça do Elefante”, no dia 20 de abril, sexta-feira, 21h, na Sala Ceschiatti (Palácio das Artes - BH - MG - 31 32377399) . Acompanhado pelo violonista Leandro Brenner e pelo baterista Bruno Tessele, Bessa terá convidados especiais: a cantora Gabriela Pilati, o violonista Waldemar Euzébio e o poeta Wilmar Silva. O quarto disco do artista é uma homenagem ao Rio Grande do Norte e à sua cidade, Mossoró (na cabeça do mapa do estado em formato de elefante, fica Mossoró) e conta com a participação da maranhense Rita Ribeiro. Duas canções do CD foram selecionadas para o mapeamento da música brasileira, realizado anualmente pelo Instituto Cultural Itaú. Sua música recebe forte influência da cultura nordestina – com seus ritmos, cores, folclore, poetas, músicos, – mas também, sempre está aberta a novos experimentos e tendências da música mundial. Grandes poetas e escritores também influenciam sua obra. Nas parcerias com Zé Rodrix, Alexandre Lemos, Paulo Leminski, Charles Bukowsky, Alphonsus de Guimaraens, Ricardo Corona, Wilmar Silva, Fabrício Carpinejar, Eduardo Santhana e tantos outros vê a possibilidade de diversificar o trabalho e mostrar outras caras. Dessas parcerias, a música “Por Amor” de Reynaldo Bessa e Zé Rodrix, foi gravada pelo grupo IRA!, no acústico MTV.
Dica: confira entrevista com o Reynaldo Bessa, feita pelo poeta Wilmar Silva, para o Cronópios. (FOTO SITE DO ARTISTA)
YAMANDU E YANEL!
O Projeto Música de Domingo (Teatro Francisco Nunes - Parque Municipal - BH - MG) promoverá um encontro notável, no domingo, dia 15, às 11h. No palco, o virtuoso violonista Yamandu Costa ao lado de seu mestre, o argentino Lúcio Yanel(Corrientes, 1946). Quem for ao show verá aluno e mestre em igual projeção, em repertório de composições próprias, presentes no cd "Dois Tempos", gravado pelos artistas em 2000 e, ainda, clássicos da música brasileira e do folclore argentino. Salva de palmas para o Projeto dedicado à música instrumental, que nos apresenta maravilhas, além de valorizar novos talentos, em seus 18 e bem-vividos anos de existência. Música de Domingo, realizado através da Fundação Municipal de Cultura e Teatro Francisco Nunes, em parceria com a Escola de Música da UFMG, tem entrada franca. Os convites são entregues a partir das 10h do dia, na bilheteria do Teatro.
MG TURISMO
Antônio Claret e Suely Guerra, presidentes do Jornal MG Turismo, realizam na segunda-feira, 16 de abril, a partir das 19h30, no Othon Palace Hotel (Av. Afonso Pena, 1050 - BH - MG) a entrega do XVI Prêmio MG Turismo. Reconhecido dentre os mais importantes prêmios da área turística no Brasil, o esperado evento premia personalidades destaque que atuam no setor em âmbito nacional e internacional, além disso é instante ímpar de confraternização.
CINEOP
Termina no dia 16 de abril, segunda-feira, o prazo para a inscrição de filmes para a CINEOP - 2ª Mostra de Cinema de Ouro Preto, que acontecerá de 14 a 19 de junho de 2007. Saiba detalhes na home page do evento
Dando sequência em sua participação no projeto Encontro com a Poesia, a poeta Adélia Prado se apresenta em Juiz de Fora. Em maio será a vez de Belo Horizonte! Aguardem.

13 de abr de 2007

NESTA SEXTA-FEIRA,13:
O grupo instrumental mineiro UAKTI lança seu primeiro DVD, gravado em setembro de 2006 (Palácio das Artes - BH/MG). Os shows de lançamento acontecem nos dias 13 e 14 de abril, sexta e sábado, 21h, no Grande Teatro do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537 - Centro - BH - MG. Artur Andrés, Décio Ramos e Paulinho Santos vão executar o mesmo repertório do DVD, que documenta grande parte da história do grupo. Em quase 30 anos de carreira, o Uakti é sempre inovador e, muito coerente no que diz respeito à beleza e qualidade dos sons que produz, através de instrumentos feitos com o uso de materiais bem alternativos, quase todos idealizados e criados pelo seu fundador, o diretor artístico Marco Antônio Guimarães. As performances nos permitem um encontro com o inusitado e profundamente belo fazer artístico.

MINAS EM PESO NO CINE PE
Quatro produções cinematográficas mineiras concorrem no Cine PE, um dos principais festivais de cinema brasileiros. A 11ª edição do festival acontece em Recife, de 23 a 29 de abril. Minas participa com o longa-metragem "Cinco Frações de uma Quase História" - direção: Armando Mendz, Cris Azzi, Cristiano Abud, Guilherme Fiúza, Lucas Gontijo e Thales Bahia, roteiro: Cristiano Abud; os curtas: "A chuva nos telhados antigos" - direção e roteiro de Rafael Conde e "Trecho" - direção e roteiro de Helvécio Martins e Clarissa Campolina; e o vídeo "Eu sou como o Polvo" - direção: Sávio Leite e roteiro: Sávio Leite e Lourenço Mutarelli. O Cine PE acontece no Cine-Teatro Guararapes. Saiba mais
(NA FOTO "A CHUVA NOS TELHADOS ANTIGOS")

10 de abr de 2007


O GRIVO:
O Grivo lança seu novo disco, através do concerto "Hidalgo Cautivará tus sentidos". O evento acontecerá na Sala Sérgio Magnani (Fundação de Educação Artística
Rua Gonçalves Dias, 320 - Funcionários - BH - MG, nos dias 13 e 14 de abril, às 21h. Entrada franca.

PREMIOS E BOA PROSA:
Em noite que promove bate-papo especial com o escritor e acadêmico Olavo Romano, o primeiro Concurso Literário Cultura No Ar premia no dia 18 abril, quarta-feira, às 19h, no Auditório do Museu Abílio Barreto (Av. Prudente de Morais, 202 – Cidade Jardim – BH – MG), os vencedores das quatro categorias concorrentes. Idealizado pelo jornalista Italiano- radicado em Belo Horizonte - Giancarlo Palmesi, o Concurso, inédito, foi realizado com os benefícios da Lei Municipal de Incentivo a Cultura e tem como objetivos incentivar a produção literária de novos talentos, promover o acesso a obras à população carente e fomentar a Primeira Biblioteca Virtual do Estado de Minas Gerais. Serão 4 categorias com 2 prêmios cada (primeiro e segundo lugares). Personalidades vão ser convidadas para entregarem os prêmios. Já estão confirmadas as presenças de Magdalena Rodrigues (Presidente do SATED/MG), para entregar o prêmio de Texto Teatral e José Bento Teixeira de Salles ( Jornalista e escritor, membro da AML) para entregar o prêmio de Conto e Romance. Maria Antonieta, Presidente da Fundação Municipal de Cultura deverá entregar o Prêmio de Poesia. As obras vencedoras estarão disponibilizadas no site após a premiação. O evento tem entrada franca.(FOTO MIGUEL AUN)

6 de abr de 2007


Todas as quintas-feiras, a partir das 20h30, a cantora, baixista e compositora Anna Ly em parceria com o guitarrista Ces-4 faz releituras vocais e instrumentais de clássicos da bossa-nova, de standards do jazz e da música instrumental brasileira, em apresentações no Café do Museu (Museu Abílio Barreto 0 Av. Prudente de Morais, 202 – Cidade Jardim – BH – MG). Utilizando a bossa-nova como linguagem, a dupla interpreta também canções de grandes compositores da MPB e da música internacional. Entre os compositores estão: Tom Jobim, Vinícius de Morais, Marcos Valle, Carlos Lira, João Donato, Cole Porter, George Gershwin, Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Cartola, Noel Rosa, Assis Valente, entre outros.
Anna Ly inova nas versões em latim de clássicos da bossa-nova, além de cantar em francês, inglês e italiano. Couvert: R$7,00 (FOTO DIVULGAÇÃO ANNA LY)

Lucinha Lins e Otávio Augusto chegam à capital mineira com o espetáculo "Intimidade Indecente" de Leilah Assumpção. Sob a direção de Regina Galdino, a peça será apresentada nos dias 14 e 15 de abril, sábado às 21h e domingo às 19h, no Teatro Sesiminas. Informações: (31) 3241 7181/ televendas: 32593578. Classificação etária: 12 anos. (FOTO DIVULGAÇÃO)
ROSA DOS VENTOS
Nos dias 14 e 15 de abril,sábado e domingo, às 20h, o projeto Rosa dos Ventos, apresenta o espetáculo cênico-musical "Exercício nº 1". Com direção geral de João das Neves, criação e direção musical de Titane e Sérgio Pererê, músicas de Pererê e Makely Ka e preparação corporal de Irene Ziviane, o evento acontece no Centro Cultural Lagoa do Nado e tem entrada franca, sujeita à lotação do espetáculo . Informações adicionais:31 3277 7420.
GRUPO LIBERO
No domingo, 08 de abril, às 10h, no Centro Cultural Lagoa do Nado (Rua Ministro Hermenegildo de Barros, 904 - Itapoã - BH - MG) acontece o espetáculo "Música sem fronteiras", com o Grupo Libero. São sucessos norte-americanos, tangos, valsas, árias de óperas e serenatas, na interpretação do brilhante tenor Alexandre Carvalho, a soprano Elizeth Gomes, a pianista Maria Lígia Becker, o violoncelista Cláudio Urgel e a violinista Adriana Costa. Louvável!


IMPERDIVEL
Para quem fica em BH, na Semana Santa, programa imperdível é conferir nos cinemas o documentário Cartola, de Lírio Ferreira e Hilton Lacerda. Um mergulho na arte e história do compositor, cantor e poeta Angenor de Oliveira (1908/1980), o Cartola - fundador da escola de samba Estação Primeira de Mangueira. O homem brasileiro, com sua vida comum, suas dificuldades, dores e alegrias e sua genialidade. Sua vida no Morro da Mangueira, seus casamentos, sua união eterna com Dona Zica. Sensibilidade e emoção que, tendo como centro essa personalidade singular em valores internos, retrata realidades brasileiras, o samba e sua história.
Onde ver: Belas Artes (Rua Gonçalves Dias, 1581 - Lourdes - BH - MG - 14h30, 16h15, 19h10 e 21h.